Qual O Melhor Colchão Para Dor Nas Costas?

Qual O Melhor Colchão Para Dor Nas Costas
Escolhe o colchão adaptado à tua morfologia – Embora muitas pessoas acreditem que um colchão firme fornece o melhor suporte para as dores nas costas, foi provado em vários estudos que um colchão semi-firme fornece o melhor suporte. Dormir sobre um colchão demasiado firme não alivia a pressão em certas áreas do corpo e pode causar dores adicionais.

  • Um colchão demasiado macio proporcionará menos ou nenhum apoio para as costas e áreas sensíveis;
  • A escolha ideal do colchão pode ser a semi-firme, que permite ao corpo afundar-se ligeiramente, mas mantém a coluna vertebral alinhada na posição recomendada;

É o caso dos colchões Emma Original e Emma Hybrid , que oferecem uma recepção suave e um apoio firme, favorável ao apoio de todas as partes do teu corpo, em particular nos pontos de pressão como as nádegas, ombros ou pescoço. Estes têm zonas de conforto, também conhecidas como “zonas de suporte de peso”, que proporcionam um suporte ideal para a tua coluna vertebral.

É melhor colchão de mola ou de espuma para a coluna?

Conteúdo de Marca – Se você está dormindo mal, talvez tenha chegado a hora de investir em um novo colchão para o seu quarto 11/01/2022 – 17:19 / Atualizado em 12/01/2022 – 15:32 Conteúdo de responsabilidade do anunciante Qual O Melhor Colchão Para Dor Nas Costas Se você está dormindo mal, talvez tenha chegado a hora de investir em um novo colchão Foto: Divulgação/Shoptime Você não anda dormindo muito bem e sente que está precisando melhorar a qualidade do seu sono? Se o seu colchão já tem mais de cinco anos de uso e apresenta deformidades e manchas, pode ter chegado a hora de investir em um novo. Mas qual o colchão ideal, de molas ou de espuma? Confira a seguir algumas dicas preparadas pelo Shoptime para ajudar você a escolher o modelo mais adequado. – O colchão de espuma é mais firme que o de mola, que é considerado mais confortável, ao responder melhor aos movimentos e às pressões que o corpo faz durante a noite.

– Pessoas com problemas de postura ou dores nas costas vão ter mais benefícios com o modelo de espuma, pois ele permite maior sustentação à coluna. Além disso, todos que preferem colchão mais “duro” e que “não afunda” também vão preferi-lo.

– Por conta do conforto e da durabilidade, o colchão de mola se torna uma excelente opção para quem busca ambas as coisas. O modelo de mola pode durar de cinco a dez anos. Ele não se deforma com o peso do corpo, o que vai permitir uma maior durabilidade. A seguir, veja dicas para escolher o melhor modelo para você: Colchão de espuma A sustentação do colchão é um elemento fundamental para a qualidade do sono e deve estar adequada ao biotipo de quem vai dormir.

Se o modelo que você pretende comprar é de espuma, fique atento à classificação de densidade definida pelo INER (Instituto Nacional de Estudos do Repouso) e pela ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas), que vai de D18 a D45.

Para entender como a densidade faz diferença para diferentes biotipos, temos alguns exemplos. Se você mede 1,70m e pesa 70kg, a densidade ideal do seu colchão vai de D28 a D33. Se seu peso é 92kg e a altura é 1,80m, a densidade adequada passa a ser de D33 a D40.

No caso de colchão para casal, some as alturas de ambos, divida por dois e considere o peso de quem tem a massa corporal maior. Assim, um casal de 1,70m e 1,66m de altura, pesando, respectivamente, 75kg e 60kg, deve optar por um colchão D28 a D33.

Colchão de molas No caso dos colchões de mola, a densidade não se aplica, mas sim o sistema usado e o número de molas por metro quadrado. Há diversos tipos de molejo, mas três são os principais: bonnel, fio contínuo e molas ensacadas individualmente. Os colchões com mola do tipo bonnel ou fio contínuo têm molas interligadas.

São confortáveis, mas transmitem os movimentos por toda a superfície e, por isso, acabam agradando mais pessoas que dormem sozinhas. Ao comprar, confira a capacidade de suporte. O sistema bonnel conta com cerca de 115 molas/m2 e suporta menos peso, em média, até 100 kg.

Molejos com fio contínuo mais espesso e maior quantidade de molas por metro quadrado são indicados para usuários maiores. O Miracoil, por exemplo, tem em média 173 molas/m2, com suporte mais firme e capacidade para 150kg. Por sua vez, o Superlastic é mais “macio”, conta com cerca de 198 molas/m2 e suporta até 130kg, em média.

Versões com molas ensacadas tendem a gerar menos ruído, melhorar o conforto anatômico e térmico e produzir menor movimentação quando a cama é partilhada. Ao optar por um produto desse tipo, confirme a capacidade que, para a maior parte das marcas, não excede 110kg por pessoa.

Confira mais dicas para escolher o colchão ideal – Espessura Independentemente do tipo de colchão, a espessura deve ser de, no mínimo, 15 centímetros para que haja um bom suporte do corpo. – Pillow top Essa é uma camada extra que fica sobre a estrutura principal do colchão.

Ela é feita de materiais mais resistentes e macios e serve para aumentar o conforto, a sensação de maciez e diminuir os impactos dos movimentos, quando a cama é compartilhada. – Fibra de bambu Colchões com revestimento em fibra de bambu prometem noites de sono mais frescas, porque absorvem a umidade, mas não a retêm.

Além disso, são suaves ao toque, têm alta durabilidade e propriedades bactericidas. – Viscoelástico Uma série de colchões já incorpora essa tecnologia do viscoelástico ou “espuma da Nasa”, material feito de poliuretano que se “molda” ao corpo e atua de forma responsiva.

Esses modelos, além de bem macios, também promovem a sensação de frescor. – Rígido ou macio? Se você é uma pessoa saudável e não há recomendação por um modelo ortopédico, a melhor escolha é o equilíbrio: nem duro demais, nem fofo ao extremo.

You might be interested:  O Que É Bom Para Dor No Pé Da Barriga?

O colchão ideal é o que dá sustentação ao corpo, especialmente à coluna, e é confortável. – Medidas padrão Sempre temos dúvidas sobre as medidas de cada tipo de cama, não é? Então, o Shoptime montou essa tabela, mas também recomenda: a melhor maneira de saber qual colchão comprar é medindo a sua própria cama, pois há conjuntos com tamanhos personalizados.

Solteiro [padrão] – 0,88 x 1,88m Viúva [padrão] – 1,28 x 1,88m Casal [padrão] – 1,38 x 1,88m Queen Size – 1,58 x 1,98m King Size – 1,93 x 2,03m Comprar uma cama e colchão de tamanho padrão facilita também na hora de escolher os jogos de cama, cobertor e edredom.

No Shoptime, você encontra uma grande variedade de colchões e tudo mais que sua casa precisa. Aproveite para comprar durante a Liquida Shoptime: ofertas com até 70% de desconto. Você pode adquirir seus produtos pode pelo site ou baixar, nas principais lojas de aplicativos dos smartphones, o app Shoptime, que tem descontos exclusivos e permite acompanhar o status da sua entrega, além de muitas outras vantagens.

Qual o melhor colchão Segundo ortopedistas?

Para quem já tem problemas na coluna, a recomendação é o colchão ortopédico. É feito de uma caixa de madeira oca e uma quantidade menor de espuma, explica Rocha. O ortopedista destaca, porém, que é mais difícil se adaptar a esse modelo. ‘Muita gente tenta e não consegue, porque é realmente muito mais duro’, comenta.

Qual o melhor tipo de colchão para quem tem dor nas costas?

Conclusão – Conforme vimos, um bom colchão está associado a cada tipo de queixa e a cada tipo de corpo. Para algumas pessoas que sofrem com dores na região da coluna cervical, ombros ou braços, um colchão mais duro, de molas, pode, simplesmente, piorar o quadro.

Para essas pessoas, a melhor indicação é a de um colchão para coluna é de espuma, mais suave, mas com a densidade recomendada para o peso corporal. Já para pessoas que sofrem com dores lombares, sobretudo aquelas com hérnia lombo-sacral, a indicação é sempre de um colchão com mais suporte corporal, de molas.

Qual o melhor colchão para quem tem dores nas costas?

E, para ambos os casos, uma cama hospitalar que permita a elevação tanto de tronco quanto de pernas, vem sempre ao auxílio! Para saber mais sobre qual o melhor modelo de cama hospitalar, conte com a Mobiloc e o apoio dos nosso consultores !.

Como escolher um colchão bom para coluna?

  • WhatsApp
  • Facebook
  • Twitter
  • Pinterest
  • Linkedin
  • Copiar Link

Qual O Melhor Colchão Para Dor Nas Costas Como escolher o colchão ideal: ortopedista dá dicas para evitar complicações na coluna (Foto: Reprodução/Pinterest) Dores dorsais, na lombar e no pescoço são somente algumas das consequências de utilizar um colchão inadequado. No longo prazo, podem surgir complicações ainda piores, como dores crônicas, que são aquelas que duram mais do que 12 semanas, hérnia de disco e até artrose, principalmente quando combinado com outros fatores. Além disso, o desconforto noturno também impede uma boa noite de sono, mesmo após um dia cansativo.

Por conta disso, é fundamental redobrar a atenção na hora de escolher este item tão importante. De acordo com o chefe do Grupo de Coluna do Instituto de Ortopedia e Traumatologia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP), Alexandre Fogaça , é importante se atentar ao tempo solicitado por cada fabricante para trocar os colchões.

Em média, o período recomendado para utilizar o mesmo colchão antes de adquirir um novo é de cinco anos. Como escolher o colchão ideal? Para saber como escolher, é necessário considerar o peso e a altura da pessoa que dormirá na cama. Segundo Fogaça, a densidade do colchão deve variar proporcionalmente conforme o peso para garantir uma boa noite de sono.

  • Além disso, outra dica para evitar complicações é optar por um colchão semi ortopédico;
  • É fundamental também garantir que o colchão não seja muito duro e nem muito mole;
  • Isso porque os colchões devem deixar a coluna alinhada durante o sono;

No entanto, no caso de materiais muito moles, a coluna pode entortar e até mesmo a bacia pode ser prejudicada. Já os produtos muito firmes não conseguem se adaptar às curvas da coluna. Importância dos travesseiros Qual O Melhor Colchão Para Dor Nas Costas (Foto: Getty Images) Ao contrário do que muitas pessoas pensam, não basta somente escolher o colchão ideal para ter uma boa noite de sono e evitar problemas na coluna. É essencial também escolher um travesseiro adequado. Para fazer esta escolha, segundo o ortopedista, deve-se considerar a posição na qual a pessoa que irá utilizá-lo dorme. Para quem dorme com a barriga para cima, o ideal é optar por travesseiros baixos.

  • Segundo Fogaça, esta altura é a mais aconselhada porque se adequa à lordose cervical e faz com que a coluna permaneça reta durante o sono;
  • Por outro lado, as pessoas que dormem viradas para o lado devem utilizar travesseiros um pouco mais altos para compensar a altura dos ombros;

“Desse modo a coluna servical não fica nem caída e nem muito elevada”, explicou o médico. Outros pontos que merecem atenção Além de escolher o colchão e o travesseiro ideal, é essencial manter uma rotina de exercícios físicos para evitar dores nas costas e problemas de saúde, segundo Fogaça.

Qual o melhor colchão D33 ou D45?

Qual a diferença entre o D33 e o D45? – Os colchões com densidade D45 sustentam mais peso do que os classificados como D33, porém são mais caros. A classificação D45 é mais recomendada para casal ou pessoas com obesidade.

Qual o melhor colchão para quem tem problema no nervo ciático?

Tipos De Colchão  – No mercado, existem diferentes tipos de colchão, sendo essas as principais diferenças entre eles: 

  • Espuma; 
  • Mola; 
  • Látex; 
  • Ortopédico.

Os colchões de espuma são os mais macios e se adaptam ao corpo. O de látex também se adapta, mas seu preço costuma ser bem mais alto do que o de espuma. Já os colchões de mola são os mais indicados quando há bastante diferença de peso entre duas pessoas que usarão o colchão de casal, por exemplo. Colchões de mola não ficam com a marca de quem deita, sendo ideais para quem dorme de lado.

  • Embora seja mais “duro”, o colchão ortopédico é considerado uma boa opção para quem tem hérnia de disco, uma vez que ele é composto por uma tábua de madeira entre duas espumas;
  • É a primeira opção para quem tem hérnia de disco lombar, uma vez que mantém a coluna bem alinhada, mas o conforto que ele promove é menor que modelos mais moles;

Outros fatores a serem considerados quando se adquire um colchão é a densidade. Colchões mais densos suportam maior peso. Portanto, considere seu peso e lembre-se que em cama de casal, é o peso de duas pessoas que deve ser considerado.

You might be interested:  Qual Remedio E Bom Pra Dor Nas Costas?

Qual a melhor marca de colchão pelo Inmetro?

Como escolher o melhor colchão ortopédico?

Qual é o melhor tipo de colchão para dormir?

#1 Espuma – Para muitos, os melhores colchões para dormir são os de espuma, principalmente por possuírem um preço mais agradável no mercado. Mas nem sempre o preço pode ser o ponto de maior peso na hora da escolha, pense que você está adquirindo que precisa de uma boa qualidade para garantir a qualidade do sono.

Quando o colchão da dor nas costas?

Por que o colchão dá dor nas costas? – Quando um colchão é de má qualidade ou não é adequado para o seu corpo, ele pode acabar não oferecendo o suporte correto para a sua coluna. Se ele for duro demais, exercerá muita pressão. Se ele for macio demais, não oferecerá a sustentação necessária.

Qual o melhor colchão de casal para coluna?

Colchão de Casal Umaflex D45 Duo – Esse colchão casal é o de melhor custo-benefício da lista – custa, em média, R$ 750. Ideal para uma cama de casal tamanho padrão, ele tem densidade de 45, o que indica ótima resistência ao suportar até 120 kg por pessoa.

  1. O Umaflex preto tem revestimento de tecido poliéster e é bem firme;
  2. Por manter o peso equilibrado e o corpo melhor posicionado, é uma boa opção para os que possuem problemas na coluna ou costuma sentir dores no corpo ou algum sintoma muscular;

Ele só não é recomendado para os que gostam de colchões mais robustos e altos, pois tem apenas 19 cm de altura.

Qual é o melhor colchão para a saúde?

Para Mais Ventilação, Escolha Modelos de Mola ou com Camada de Látex – Qual O Melhor Colchão Para Dor Nas Costas Algumas pessoas têm o hábito de tirar o colchão da cama e deixá-lo em um local ventilado para evitar as bactérias e os ácaros. Esse é um bom costume, mas pode ser bem trabalhoso, principalmente com colchões grandes. Por isso, considere comprar colchões que tenham uma boa capacidade de ventilação. Produtos de molas são naturalmente mais ventilados devido ao seu corpo vazado, que permite maior circulação do ar.

  1. Além do controle de temperatura, a ventilação previne impurezas, como ácaros e bactérias;
  2. Os de espuma têm menos capacidade de ventilação devido ao pouco espaço de circulação do ar;
  3. Uma boa opção, se você preferir modelos de espuma, são os colchões com látex, pois eles possuem furinhos que ajudam na ventilação e ainda são bactericidas naturais;

Um colchão de molas com a camada de espuma de látex é a melhor opção para um colchão ventilado, fresquinho e livre de bactérias.

Porque colchão ortopédico e duro?

Quem tem fama, deita na cama – Apesar da fama negativa atribuída ao colchão ortopédico, é muito fácil provar que a realidade não é bem assim. Basta deitar em uma cama com esse tipo de produto e perceber que os colchões atuais podem ser bem mais confortáveis do que imaginamos. Qual O Melhor Colchão Para Dor Nas Costas Pillow Top: para que serve e como escolher Mas como funciona então esse tipo de colchão? O colchão ortopédico se diferencia dos outros colchões por oferecer uma melhor sustentação do corpo. Geralmente, ele é produzido com uma matéria-prima que cede com a pressão do corpo, mas apenas o suficiente para manter a coluna reta. Apesar de não garantir a cura de ninguém, esse tipo de produto pode trazer benefícios à saúde, como prevenir e amenizar dores pelo corpo, garantir um sono de qualidade e evitar pontos de pressão e malefícios às articulações.

Atualmente, existem diversos modelos com os mais diferentes tipos de materiais. Os colchões ortopédicos podem ser feitos de espuma, látex, molas ou viscoelástico. Todos eles se moldam ao corpo e, por isso, são mais agradáveis ao toque.

E então, conseguiu entender o motivo da pergunta “por que colchão ortopédico é duro” não faz mais sentido nos dias de hoje? Ah! E se você se interessou por esse conteúdo, não deixe de acessar nosso post sobre mitos e verdades do colchão ortopédico .

Qual o tipo de colchão indicado para quem tem hérnia de disco?

O colchão com densidade progressiva é uma boa pedida para esses casos. Além disso, contar com um Pillowmed (uma camada superior de espuma que pode ser adaptada ao colchão para acompanhar as curvas do corpo) fornece a maciez necessária para o seu conforto.

Qual a diferença do colchão ortopédico e semi ortopédico?

Colchão de casal semi-ortopédico – Já o colchão semi-ortopédico é fabricado com a espuma de memória, mas sem a estrutura em madeira. Alguns são fabricados em blocos de espuma, outros com espuma injetada (também conhecida como espuma automotiva, quando as matérias-primas da espuma são injetadas ainda em forma líquida no molde do colchão).

Qual colchão dura mais de mola ou espuma?

QUESTÕES BÁSICAS » Quais os principais aspectos que devemos considerar na compra de Colchões? Um colchão não deve ser duro ou macio. O mais adequado é que sejam firmes e que os colchões sejam o suporte correto para seu corpo em repouso. Saiba qual é a estrutura de suporte.

Pondere sobre os materiais utilizados na fabricação dos colchões que pesquisar. Questione sobre o molejo usado na base. Faça uma boa pesquisa obtendo informações sobre os colchões. Com certeza você irá verificar que os Colchões Castor são uma excelente opção.

» A Cama Box faz diferença na escolha dos colchões? A diferença começa pelas suas medidas dos colchões. O encaixe perfeito do colchão é importante. As ripas devem possuir um espaço por volta de quatro centímetros entre elas, dando um melhor suporte ao colchão e propiciando que haja ventilação.

  1. A Cama Box será bipartido para as medidas queen e king, a fim de facilitar o acesso por portas, escadas, elevadores, etc;
  2. OS CASAIS E OS COLCHÕES » Sou casado(a);
  3. Como escolher o colchão que atenda as diferenças físicas? Indica-se que a opção seja pela maior densidade e medida do colchão e que o casal decida junto sobre essa compra, verificando se as características dos colchões e escolhendo entre eles qual será o mais adequado aos dois;

» Existe um colchão especial quando o parceiro movimenta muito durante o sono? A diferença começa pelas suas medidas dos colchões. O encaixe perfeito do colchão é importante. Com a evolução tecnológica na fabricação de colchões, principalmente os colchões de molas, foram desenvolvidos produtos que minimizam o efeito da movimentação de um dos parceiros na cama.

Procure informar-se das melhores opções de colchão na hora da compra. CARACTERÍSTICAS GERAIS E QUALIDADE » Qual é melhor: Colchão de molas ou Colchão de Espuma? Esta pergunta é a campeã em relação a colchões, todos tem essa mesma dúvida, mas a resposta é bastante simples e encontra-se com você, pois o melhor vai depender do seu gosto.

O colchão de molas foi desenvolvido para lhe proporcionar conforto, então, ele sempre vai ser mais macio que o colchão de espumas. Já o de espumas oferece um suporte mais firme, pois é feito todo de espumas e não tem como conferir o conforto do colchão de molas.

Para ajudar a decidir a compra vai a dica: Se você gosta de um toque mais firme procure sempre pelo colchão de espumas ou no máximo um colchão de molas ensacadas com camadas de espumas D45. Agora se você procura conforto e macies opte pelo colchão de molas que foi desenvolvido para essa finalidade.

Em termos de vida útil o colchão de molas dura mais, no entanto o investimento também é maior. O colchão de molas tem por característica a propriedade de possibilitar alto conforto, resistência e durabilidade para pessoas até 150 kg. Os colchões de espuma possuem várias densidades, cada uma delas é indicada para uma determinada faixa de peso.

You might be interested:  O Que Fazer Para Curar Dor De Garganta?

Isso possibilita uma maior adequação do colchão a estrutura corpórea do usuário, aumentando o conforto e a durabilidade. » Há boas dicas sobre o que deve chamar minha atenção na compra do colchão? Por isto, pergunte a vários lojistas e vendedores diferentes se uma determinada marca de colchões tem tradição no mercado e se possui serviço de atendimento ao consumidor que realmente dê o respaldo necessário ao mesmo.

O produto pode ser bonito por fora , mas por dentro. Em colchões de 1 (um) lado, pergunte qual a espuma que se utiliza no mesmo. A DENSIDADE É A QUESTÃO » Eu já sei a medida de colchão que quero, porém, estou preocupado quanto ao peso, como saber que densidade comprar? As fábricas utilizam-se de densidades diferentes nos colchões para atender todos os tipos de biotipos, sejam eles fortes, magros, altos ou baixos.

De um modo geral foi separado densidades por biotipos, ou seja, cada densidade corresponde a quantidade de carga que ela suporta e o biotipo indicado para ela. » Para os colchões, o que são as densidades D33, D45, D28? A densidade é a quantidade de matéria prima utilizada na fabricação daquele colchão, ou seja, D33 quer dizer que ele possui 33kg de matéria prima para suportar até 100Kg distribuídos no colchão, o D45 possui 45Kg de matéria prima para suportar 150Kg distribuídos no colchão e por aí vai, atente-se que o peso é distribuído no colchão e não apenas em um único ponto, aí é que é necessário utilizar-se da tabela de adequação: 5.

INVESTIMENTO NA HORA DE COMPRAR COLCHÕES » Vale a pena investir um pouco mais em um colchão com qualidade? Em qualquer compra, assim como na de um colchão, devemos avaliar a possibilidade de comprar produtos com maior qualidade. Mas, neste caso esta importância multiplica-se várias vezes, por causa do efeito que um colchão de má qualidade pode causar nas pessoas.

Porque colchão de mola afunda?

Apesar do nome, colchões de mola nem sempre têm molas, mas sim suportes de metal e madeira dura que formam uma base sólida para o colchão. Se estes suportes estiverem quebrados ou danificados no centro, o meio do colchão pode afundar.

Quais os benefícios de um colchão de molas ensacadas?

Vantagens dos colchões com molas ensacadas individuais – A maior vantagem das molas ensacadas é a individualidade, por isso casais tendem a comprar este tipo de molejo. Contudo, há diversas outras vantagens que você precisa saber antes de optar por este colchão.

como: Melhora o alinhamento da coluna Os colchões de molas de bolso quebraram o mito de que “quanto mais duro o colchão, melhor para a coluna”. Como todos sabemos, esta informação está incorreta porque foi comprovado que colchões muito duros podem causar graves problemas de coluna.

Devido à sua maciez, os colchões de molas ensacadas podem fornecer benefícios individualmente e ajudar a alinhar a coluna vertebral. O modelo se adapta melhor aos contornos do corpo, arranjou corretamente quadris e ombros, evitou dores e problemas nas costas.

É mais confortável e macio Como dito no parágrafo anterior, o modelo de molas ensacadas é mais macio quando comparado aos outros tipos de colchões. A princípio sua maciez causará estranheza, mas após uma noite de sono, proporcionará uma experiência revigorante.

Com o colchão de molas pocketed (Molas individualmente ensacadas), você alcançará a posição anatômica adequada, tornando o seu sono mais confortável e confortável. A delicadeza e o conforto nas molas ensacadas define a linha Simmons Beautyrest. Seu toque suave é surpreendente e as estampas das faixas laterais são baseadas na gravataria.

Com alturas que variam de 28 cm a 43 cm, os conjuntos box com molas ensacadas também trazem Latex Special Comfort para suporte de alta resiliência e espuma de alta adaptabilidade Hiper Plush para maciez na medida certa.

Além de Dry Gel, com propriedades termorreguladoras, e material viscoelástico no pillow top. Maior durabilidade É bom sempre lembrar que um colchão com molas ensacadas possui uma maior durabilidade também. Claro, devido ao seu preço um pouco acima dos demais colchões, isto já era de se esperar.

  • Porém, sua durabilidade é muito maior mesmo;
  • Estes colchões chegam a durar 1/3 a mais que os outros tipos de produto, se tornam um ótimo investimento a longo prazo;
  • Caso você queira prolongar ainda mais sua vida útil, é super indicada a utilização de capas protetoras — o mesmo vale para os travesseiros, grandes responsáveis pela durabilidade do material como um todo;

Ideal para todos os pesos Dificilmente vemos casais com pesos parecidos, correto? Por isso, o colchão de molas ensacadas se torna uma ótima aquisição para casais que desejam ter uma noite de sono mais tranquila. O motivo é porque um dos diferenciais do colchão de molas ensacadas individualmente é o seu sistema que oferece mais resistência, pois a pressão que é exercida em uma mola não interfere nas outras.

  1. Isto é, quando você deita no colchão, ocorre uma onda sobre as molas, fazendo com que as mesmas se adaptem às diferenças de peso e não interfiram na ondulação do material — o peso exercido em uma mola, não interfere nas demais;

Agora que você já conhece todas as vantagens dos colchões de molas ensacadas da Simmons, que tal visitar uma de nossas lojas e descobrir todas os benefícios de adquirir nossos produtos? Deixe que nossos especialistas lhe ajudem a escolher o produto mais indicado para você! Venha para o mundo Simmons e invista na qualidade do seu sono! A Simmons agradece sua visita! Até a próxima! Referência: https://www.

Qual é o melhor tipo de colchão para dormir?

#1 Espuma – Para muitos, os melhores colchões para dormir são os de espuma, principalmente por possuírem um preço mais agradável no mercado. Mas nem sempre o preço pode ser o ponto de maior peso na hora da escolha, pense que você está adquirindo que precisa de uma boa qualidade para garantir a qualidade do sono.

0
Adblock
detector