Dor Na Nuca Que Desce Para As Costas?

Dor Na Nuca Que Desce Para As Costas
Torcicolo ou contratura Uma das causas mais comuns da dor na nuca é devido a problemas musculares na região do pescoço ou na parte superior das costas. Essas dores costumam aparecer depois de treinamentos intensos, mas também podem surgir por conta de uma má postura durante o dia ou após um mal jeito durante uma noite de sono.

O que pode ser dor na nuca que desce para as costas?

Quais as causas mais comuns das dores na nuca? – Dentre as diversas causas da dor na nuca, as mais comuns são ocasionadas pela hipertensão arterial ou pela tensão muscular causada por estresse e ansiedade. Além disso, as dores podem ser causadas por quadros de enxaqueca e serem sintomas de alguma doença neurológica, como a meningite.

O que pode ser dor nas costas e no pescoço?

A condição conhecida como cervicalgia, ou dor na cervical, pode surgir por uma série de fatores, especialmente sedentarismo, má postura, esforços repetitivos, envelhecimento e trauma.

Como saber se a dor na nuca e muscular?

Pressão alta – Outra causa frequente para o que pode ser dor na nuca é o aumento repentino da pressão arterial, que geralmente acontece em situações em que a pessoa esteja passando por um momento de maior estresse ou até mesmo em quadros de depressão.

Assim como na tensão muscular, é possível sentir uma rigidez no pescoço que pode estar combinada com dor muscular na região das costas; porém, neste caso, a diferença é que a dor na nuca não apresenta uma piora com o passar do tempo.

Para evitar crises esporádicas de pressão alta, recomenda-se manter uma rotina de exercícios físicos, ter uma alimentação saudável com restrição de sal, reduzir o consumo de bebidas alcoólicas e praticar atividades relaxantes e prazerosas. Dores frequentes na nuca podem ser um sinal de que o paciente está desenvolvendo uma hipertensão, por isso é fundamental buscar orientação médica.

Quem tem problema de coluna dói a nuca?

Causas – A dor na nuca pode ser causada por muitos fatores diferentes, que incluem:

  • Músculos do pescoço fracos e sobrecarregados: por exemplo, ficar sentado por muito tempo em uma mesa – especialmente em posições inadequadas com músculos ligeiramente tensos – pode causar dor e rigidez na região da nuca ou ombros e, às vezes, dores de cabeça também. Atividades que envolvem inclinar a cabeça para trás também podem causar problemas musculares na região da nuca, como pintar um teto, por exemplo. 1,3
  • Desgaste da coluna cervical: ao longo da vida, vários sinais normais de desgaste surgem na coluna. Os discos vertebrais tornam-se mais achatados e pequenos crescimentos ósseos podem se formar ao longo das bordas dos corpos vertebrais. A osteoartrite das articulações entre as vértebras da nuca, é uma inflamação que também pode ser uma das causas de dor no pescoço. 1,3
  • Lesões: as lesões podem ocorrer se alguém bater na traseira do seu carro, por exemplo. O impacto da colisão faz com que a cabeça mova rapidamente para a frente e depois volte para trás. Isso geralmente causa pequenas lesões no músculo e no tecido conjuntivo, que poderá resultar em dificuldade para mover a cabeça por vários dias. 1,3
  • Estreitamento do canal vertebral ou hérnia de disco: se o canal vertebral for muito estreito, ou se o tecido do disco vertebral inchar ou vazar e colocar pressão em uma raiz nervosa, pode causar dor na nuca que irradia para o ombro ou o braço. 1
  • Condições inflamatórias da coluna, problemas nas articulações da mandíbula ou fortes dores de cabeça também são causas de dor na nuca. 1

O que pode ser dor na nuca que não passa?

Má postura – O hábito de ficar em uma má postura constantemente pode dar origem à cefaleia tensional. Diante disso, os nervos da coluna ficam comprimidos, de modo que a dor seja irradiada para a cabeça. Em se tratando de dores crônicas, a causa da dor na nuca pode estar relacionada à hérnia cervical, hérnia de disco, osteoporose e bico de papagaio.

O que pode ser uma dor atrás do pescoço?

A dor posterior no pescoço é uma queixa comum, que acontece principalmente como uma consequência da má postura, como ao usar o computador ou ficar curvado em uma bancada. Artrite e outras doenças reumáticas também podem causar dor no pescoço. Em alguns casos, a dor no pescoço pode ser sintoma de um problema mais sério. Saiba mais: Acabe com a tensão no pescoço com exercícios simples A dor de pescoço pode ser causada por:

  • Atividade profissional ou esportiva que prejudica o pescoço
  • Esforço repetitivo
  • Postura inadequada
  • Lesão
  • Condição médica

A dor no pescoço geralmente é causada por atividades que envolvem movimentos repetidos ou posturas prolongadas do pescoço. Isso pode resultar em fadiga (um músculo sobrecarregado em demasia), uma entorse (lesão de um ligamento), ou um espasmo dos músculos do pescoço. A tensão no pescoço pode desenvolver-se em um ou mais dos músculos, espalhando-se também pela cabeça, ombros e costas. Dor Na Nuca Que Desce Para As Costas Dor no pescoço pode ser um indicativo de postura inadequada ou até de lesões – Foto: Shutterstock Essas atividades incluem:

  • Segurar a cabeça em uma posição para frente ou para trás por longos períodos de tempo, por exemplo enquanto trabalhava, lê, assiste à TV ou fala ao telefone.
  • Dormir em um travesseiro muito alto ou baixo, que não acomoda seu pescoço.
  • Dormir de barriga para baixo com o pescoço torcido ou dobrado.
  • Passar longos períodos descansando a cabeça em seu punho ou braço na posição vertical.
  • Trabalho ou exercício que usa a parte superior do corpo e braços, como pintar o teto.
  • Estresse e estar focado intensamente em uma tarefa pode causar dor no pescoço.
You might be interested:  O Que Pode Ser Dor Abaixo Da Barriga?

Saiba mais: Pilates ajuda a acabar com a dor na coluna e pescoço Ferimentos leves podem ocorrer a partir de tropeços, quedas a uma distância curta ou de movimento além do habitual. Lesões no pescoço graves podem ocorrer a partir de:

  • Efeito chicote em um acidente de carro.
  • Quedas de alturas significativas.
  • Traumas na face.
  • Traumas na parte de trás ou parte superior da cabeça.
  • Acidentes relacionados com esportes.

Alguns problemas de saúde podem causar dor no pescoço. Estes incluem:

  • Problemas relacionados ao envelhecimento, tais como: estenose espinhal cervical e espondilólise cervical
  • Meningite , que causa a inflamação em torno dos tecidos do cérebro e da medula espinhal
  • Gripe , que tende a causar dor generalizada
  • Condições crônicas, tais como: fibromialgia , artrite reumatoide e espondilite anquilosante
  • Torcicolo : causada por rigidez muscular grave, ou um músculo encurtado em um lado do pescoço, fazendo com que a cabeça fique inclinado para um lado. O torcicolo miogeno é normalmente um sintoma de outro problema médico
  • Dor irradiada : isso acontece quando um problema em um lugar no organismo provoca dor em outro lugar. Por exemplo, um problema com a sua mandíbula ou um infarto podem causar dor no pescoço
  • Infecção ou tumor na área do pescoço
  • Medicamentos que podem causar dor no pescoço como um efeito colateral

Os profissionais de saúde que geralmente atendem dor no pescoço são:

  • Clínico geral
  • Ortopedista
  • Quiropraxista
  • Fisioterapeuta
  • Profissionais de enfermagem
  • Médicos de emergência

Se a sua dor no pescoço é grave ou de longa duração, os profissionais de saúde que podem ajudam no tratamento incluem:

  • Ortopedista
  • Reumatologista
  • Neurologista
  • Neurocirurgião
  • Fisiatras

Você também pode obter assistência com:

  • Acupunturista
  • Massagista certificado

Saiba mais: 11 atitudes que facilitam a consulta médica Estar preparado para a consulta pode facilitar o diagnóstico e otimizar o tempo. Dessa forma, você já pode chegar com algumas informações:

  • Lista com todos os sintomas e há quanto tempo eles apareceram
  • Além da dor no pescoço, anote outros sintomas que você eventualmente está sentindo, mesmo que eles pareçam não ter relação com o problema original
  • Histórico médico, incluindo outras condições que tenha e medicamentos ou suplementos que tome com regularidade

O médico provavelmente fará uma série de perguntas, tais como:

  • Onde exatamente é a dor?
  • Quando a dor começou?
  • O que parece melhorar o sintoma?
  • O que parece piorar o sintoma?
  • Os sintomas são contínuos ou ficam mais fracos/fortes em algum momento?
  • Quais medicamentos você toma?
  • Você tem outros problemas de saúde?

Busque tratamento de emergência se:

  • A dor no pescoço ocorre com dor no peito ou outros sintomas de um ataque cardíaco, como falta de ar e náuseas.
  • Tem sinais de danos à coluna vertebral após um trauma, como incapacidade de mover parte do corpo, dor severa nas costas ou no pescoço, fraqueza, formigamento ou dormência nos braços ou pernas.

Marque uma consulta médica se:

  • Dormência ou dor nos braços, nádegas e pernas
  • Fraqueza ou dor em seus braços ou pernas
  • Perda de controle da sua bexiga ou intestino
  • Dor no pescoço que piorou com o passar do tempo
  • Histórico de câncer ou infecção pelo HIV
  • Dor que te faz despertar durante o sono

Em alguns casos, a dor no pescoço não necessita de tratamento médico específico. Se a dor não melhorar após um ou dois dias e você não pode fazer suas atividades diárias normais, marque uma consulta. Se você ainda tiver dor leve a moderada após pelo menos duas semanas de tratamento em casa, marque uma consulta médica. O médico ou médico pode verificar com maior precisão quais os problemas que estão causando a sua dor no pescoço.

Procure atendimento médico se a dor é acompanhada por dormência e formigamento , perda de força nos braços ou mãos ou dor no peito. Uma dor no pescoço pode ter diversas causas, de modo que o tratamento varia de acordo com o diagnóstico estabelecido pelo médico.

Por isso, somente um especialista capacitado pode dizer qual o medicamento mais indicado para o seu caso, bem como a dosagem correta e a duração do tratamento. Os medicamentos mais comuns no tratamento de dores no pescoço são:

  • Dipirona
  • Novalgina
  • Tramal

Siga sempre à risca as orientações do seu médico e NUNCA se automedique. Não interrompa o uso do medicamento sem consultar um médico antes e, se tomá-lo mais de uma vez ou em quantidades muito maiores do que a prescrita, siga as instruções na bula. Ricardo Munir Nahas, ortopedista e médico do esporte e exercício, membro da Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte, especialista do Portal Minha Vida – CRM SP 34914.

Quando a dor nas costas pode ser preocupante?

Na maioria dos casos, esse tipo de dor não é preocupante e não está ligado a nada muito grave, entretanto se estiver acompanhada de outros sintomas, como febre e dor para urinar, pode representar condições médicas que requerem atenção imediata como infecção urinária ou pedras nos rins.

Quais os sintomas do nervo do pescoço inflamado?

Como e a dor no pescoço de infarto?

Sintomas de infarto em homens – Dor torácica: um dos sintomas mais comuns em homens, pode ocorrer no centro do peito ou no sentido direita-esquerda. Vem acompanhada por sensação de pressão forte. Dor nos braços: os braços, ombros e cotovelos podem ficar doloridos, bem como o pescoço e até mesmo as costas.

  1. Fadiga: cansaço excessivo sem explicação pode ser anúncio de que um infarto está prestes a acontecer;
  2. Tosse: a tosse acontece pelo acúmulo de fluidos nos pulmões e também pode sinalizar a condição;
  3. Batimentos cardíacos rápidos e irregulares: também são sinais conhecidos de infarto, principalmente se forem acompanhados de fraqueza, tontura e dificuldades para respirar;
You might be interested:  O Que É Dor No Figado?

Suor frio: acontece de forma repentina sem nada que explique o seu surgimento. Inchaço: pés, tornozelos, abdômen e pernas inchados podem ser alertas de risco para um infarto. Dificuldade para respirar e falta de ar: distúrbios respiratórios também ser prenúncios do problema.

Como é a dor de cabeça de derrame?

Tipos de dor de cabeça que podem ser sinal de AVC – Algumas dores de cabeça podem ser motivo de atenção especial, pois podem indicar o surgimento de um derrame cerebral. Conheça quatro tipos de dor de cabeça que podem ser sinal de AVC. Quanto antes forem tratados os casos de derrame cerebral, maiores são as chances de salvar vidas e evitar sequelas.

  • Dores incomuns – normalmente, as pessoas já tiveram dor de cabeça em algum momento da vida, mas quando essa dor for diferente de todas as que já sentiu, tenha atenção. Apesar de não necessariamente se tratar de algo grave – pode ser em função de atitudes corriqueiras, como falta de alimentação, estresse e má postura, por exemplo –, ela pode, sim, ser sintoma de AVC. Portanto, para uma avaliação adequada e urgente, busque atendimento médico rapidamente.
  • Dores súbitas – quando surge uma dor de cabeça sem motivos aparentes, de forma inesperada e em geral de forte intensidade, isso é sinal de atenção. Afinal, ela pode indicar a distensão ou ruptura de um aneurisma, que pode ser uma das causas do AVC. Busque o quanto antes atendimento médico.
  • Dores de cabeça associadas a sintomas incomuns – dores de cabeça que chegam a provocar mudanças na visão, dificuldades na fala, fraqueza nos músculos, dificuldade de andar, convulsões ou confusão mental são sintomas perigosos que podem indicar a presença de AVC. A recomendação é buscar um pronto-socorro imediatamente.
  • Dores intensas e maus hábitos – ter dores de cabeça intensas e histórico de maus hábitos pode indicar risco de se ter um AVC. Entres os fatores que predispõem a doença estão: tabagismo, diabetes, sedentarismo, pressão alta , estresse e consumo excessivo de bebidas alcoólicas. O melhor caminho para evitar doenças é a prevenção aliada à adoção de um estilo de vida saudável.

O que é tensão muscular na nuca?

O que é rigidez na nuca? – Pescoço a nuca têm o importante papel na sustentação da cabeça, permitindo seus movimentos de um lado para o outro, importante amplitude para o campo de visão. Por isso, quando apresentamos rigidez na nuca e no pescoço , ficamos consideravelmente desconfortáveis.

Além do enrijecimento da musculatura local, a rigidez na nuca pode causar dores e perda de movimentos da cabeça, com dificuldade em virar a face de um lado a outro ou mesmo encostar o queixo no peito.

As dores causadas pela rigidez na nuca podem ser bastante intensas. A rigidez na nuca pode ser causada por um problema muscular, como espasmo do músculo cervical que acontece depois de um entorse. Isso pode acontecer em decorrência de exercício físico praticado de forma incorreta ou mesmo posição incorreta na cama durante o sono, como travesseiro não adequado.

Até mesmo o estresse e nervosismo do dia a dia podem causar tensão muscular que afeta os cervicais causando a rigidez na nuca. A rigidez na nuca pode estar relacionada também a distúrbios da coluna, mais especificamente vértebras cervicais, nesta região.

Por fim, a rigidez na nuca é um dos principais sintomas de meningite, inflamação que acomete a membrana protetora do cérebro e que pode causar graves consequências. Febre, dor de cabeça, tontura, náuseas, vômitos, rigidez e dores na nuca indicam sinais de meningite e deve-se procurar um médico o mais breve possível.

  1. Para entender o que causa rigidez na nuca e obter o diagnóstico correto, o melhor a se fazer é procurar um médico;
  2. O tratamento da rigidez na nuca pode envolver, além do uso de medicamentos, outras terapias como fisioterapia e RPG;

Por ano, a Rede D’Or realiza mais de 3,4 milhões de atendimentos médicos de urgência e emergência. A Rede D’Or está presente nos estados de Rio de Janeiro, São Paulo, Distrito Federal, Pernambuco, Maranhão, Sergipe e Bahia.

Como aliviar a tensão na nuca?

Alongamentos – Alongamentos que envolvem o pescoço relaxam os músculos e reduzem a dor e a tensão. Por consequência, é possível aliviar as dores de cabeça e o desconforto que atinge a  coluna  e os ombros. Incline o pescoço de lado como se fosse apoiá-lo no lado esquerdo.

Mantenha a posição por 1 minuto, relaxe e faça o mesmo para o lado direito. Depois, respire fundo e tombe a cabeça para trás. Fique assim por 1 minuto. Por último, tente encostar o queixo no peito, de modo que a nuca fique bem esticada.

Segure por 1 minuto. Os alongamentos não devem trazer incômodo, apenas a sensação de que os músculos estão sendo repuxados. Caso sinta alguma dor mais forte ou formigamento, não repita os exercícios e procure um médico.

Como saber se a dor de cabeça e da coluna?

Qual a relação entre dor de cabeça e coluna? – Apesar de muitas pessoas não saberem, os problemas de coluna são um dos causadores de dores de cabeça. É uma relação intensa e que pode provocar complicações maiores, com o agravamento dos problemas que atingem a coluna.

Nesse sentido, a dor de cabeça ocasionada por algum problema na coluna, como má postura, tensão muscular e outras patologias, inicia com características típicas afetando o pescoço e um lado da cabeça — começa de forma moderada, e é mais comum em mulheres.

You might be interested:  O Que É Dor Do Lado Esquerdo Abaixo Da Costela?

Além disso, a dor de cabeça provocada por problemas na coluna se inicia e intensifica com movimentos leves na cabeça ou pescoço. Ou seja, é possível que a região permaneça sensível, principalmente na nuca, com possibilidade de ter até mesmo formigamentos.

Quais são os sintomas de hérnia de disco cervical?

Como e a dor de cabeça causada pela coluna cervical?

Dores de Cabeça Cervicogênicas – Dores de cabeça cervicogênicas são dores de cabeça secundárias, ou seja aquelas causadas por uma condição subjacente, como lesões no pescoço, infecções ou pressão alta grave. A dor causada por uma dor de cabeça cervicogênica começa no pescoço e na parte de trás da cabeça e irradia para a frente da cabeça.

O que pode ser dor na cabeça perto da nuca?

Qual a diferença entre a dor de cabeça na nuca, topo e laterais? – É comum que as pessoas que sofrem com esse mal sintam dores em pontos diferentes da cabeça, que são causadas pelos mais variados motivos. A  enxaqueca , por exemplo, geralmente acomete a região das têmporas, em ambos os lados da cabeça, e costuma durar por longas horas.

Já a dor na região da testa e  topo do crânio  pode ser causada principalmente por motivos como estresse, tensão e hábitos pouco saudáveis, como o consumo excessivo de bebidas alcoólicas e café. A dor de cabeça na nuca também é extremamente comum em casos de excesso de tensão, normalmente provocada por situações como estresse emocional, ansiedade ou aumento da pressão arterial, por exemplo.

Geralmente, nestes casos também é possível sentir o pescoço mais rígido e uma dor em ambos os lados da nuca.

Como e a dor de cabeça de derrame?

Tipos de dor de cabeça que podem ser sinal de AVC – Algumas dores de cabeça podem ser motivo de atenção especial, pois podem indicar o surgimento de um derrame cerebral. Conheça quatro tipos de dor de cabeça que podem ser sinal de AVC. Quanto antes forem tratados os casos de derrame cerebral, maiores são as chances de salvar vidas e evitar sequelas.

  • Dores incomuns – normalmente, as pessoas já tiveram dor de cabeça em algum momento da vida, mas quando essa dor for diferente de todas as que já sentiu, tenha atenção. Apesar de não necessariamente se tratar de algo grave – pode ser em função de atitudes corriqueiras, como falta de alimentação, estresse e má postura, por exemplo –, ela pode, sim, ser sintoma de AVC. Portanto, para uma avaliação adequada e urgente, busque atendimento médico rapidamente.
  • Dores súbitas – quando surge uma dor de cabeça sem motivos aparentes, de forma inesperada e em geral de forte intensidade, isso é sinal de atenção. Afinal, ela pode indicar a distensão ou ruptura de um aneurisma, que pode ser uma das causas do AVC. Busque o quanto antes atendimento médico.
  • Dores de cabeça associadas a sintomas incomuns – dores de cabeça que chegam a provocar mudanças na visão, dificuldades na fala, fraqueza nos músculos, dificuldade de andar, convulsões ou confusão mental são sintomas perigosos que podem indicar a presença de AVC. A recomendação é buscar um pronto-socorro imediatamente.
  • Dores intensas e maus hábitos – ter dores de cabeça intensas e histórico de maus hábitos pode indicar risco de se ter um AVC. Entres os fatores que predispõem a doença estão: tabagismo, diabetes, sedentarismo, pressão alta , estresse e consumo excessivo de bebidas alcoólicas. O melhor caminho para evitar doenças é a prevenção aliada à adoção de um estilo de vida saudável.

O que pode ser dor na parte de trás da cabeça?

A dor na nuca é uma das principais causas de incapacitação em diversos países, podendo afetar o bem-estar físico, social e psicológico dos indivíduos. Este sintoma é mais persistente em pacientes com histórico de dor nas costas ou de hérnia de disco. Apesar disso, geralmente, essa dor na parte de trás da cabeça não indica nenhuma condição grave.

Mas, então, o que pode ocasionar dor na nuca? Confira os principais motivos! 1 2 Dor na nuca pode indicar má postura A má postura é uma razão importante para o surgimento da dor na parte de trás da cabeça.

Isso acontece porque os desvios posturais provocam sobrecarga e tensão muscular, originando nódulos sensíveis que irradiam dor. Essa rigidez na região cervical, área que inclui nuca, pescoço e parte superior dos ombros, também pode causar dor de cabeça na nuca, o que define a chamada dor de cabeça de tensão.

  • 2 3 4 5 Diante disso, é possível destacar o uso excessivo de dispositivos móveis, como o celular, como um fator de risco para o desenvolvimento de dor na nuca, pois essa atividade implica na flexão prolongada do pescoço;

6 Dor na parte de trás da cabeça causada por movimentos repetitivos A dor na nuca também pode surgir em decorrência de uma lesão por movimentos repetitivos. Esse tipo de dano ocorre quando os músculos são forçados com a realização de esforços recorrentes, seja por um exercício físico intenso ou devido às funções no trabalho.

Nessas situações, não existe tempo suficiente para que haja a regeneração muscular, o que resulta na lesão dos músculos e na consequente sensação de dor na parte de trás da cabeça. 7 8 9 O estresse é um dos gatilhos para dor cervical Outro fator que provoca o aumento da tensão muscular e a dor na nuca é o estresse, que reduz o fluxo sanguíneo do corpo.

Isso pôde ser observado em pesquisas que estudaram a elevada incidência de dor cervical em trabalhadores submetidos ao estresse ocupacional. 10 11 12 Nesse cenário, a prática de alongamento pode ajudar, já que além de fortalecer a musculatura, prevenindo a dor, essa atividade estimula a circulação sanguínea até mesmo do cérebro, auxiliando na redução dos níveis de estresse.

Como aliviar dor atrás do pescoço?

0
Adblock
detector