Dor Na Lombar Que Desce Para As Nádegas E Pernas?

Dor Na Lombar Que Desce Para As Nádegas E Pernas
Você pode não ter prestado muita atenção às suas nádegas, já que elas estão atrás de você. Mas você notará se eles começarem a doer. Suas nádegas são compostas principalmente por músculos gordurosos e glúteos, mas podem ser propensas a lesões e doenças. Uma série de condições pode causar dor nas nádegas, desde pequenas tensões musculares até infecções. Marque uma consulta se a dor não desaparecer, piorar ou você também tiver sintomas como estes:

  • dormência ou fraqueza na perna
  • problemas para controlar seus intestinos ou bexiga
  • uma ferida que não cura
  • dor aguda ou aguda
  • febre de 104 ° F (40 ° C) ou superior
  • dor que só acontece quando você está andando e limita seu movimento

Aqui estão algumas das condições que podem causar dor nas nádegas, além de dicas para ajudá-lo a descobrir qual você pode ter. Ciática não é uma condição, mas um sintoma. É uma dor aguda ou ardente que irradia pelo nervo ciático, que passa da parte inferior das costas pelas nádegas e por cada perna. Você também pode sentir dormência ou formigamento na perna afetada. Esses alongamentos podem ajudá-lo a encontrar alívio.

A maioria dessas condições não é grave, mas algumas justificam uma visita ao seu médico. A ciática é geralmente causada por hérnia de disco ou estreitamento de partes da coluna vertebral que pressionam o nervo ciático.

É mais provável que você tenha ciática entre 40 e 50 anos, porque as condições que a causam se tornam mais comuns com a idade. Embora os estudos variem sobre quantas pessoas sofrem da doença, alguns pesquisadores estimam que 40% das pessoas experimentaram ciática.

  1. A bursite é uma comum condição na qual os sacos cheios de líquido chamados bursas que amortecem os ossos ficam inflamados;
  2. Áreas como ombro, quadril, cotovelo e joelho são mais afetadas;
  3. Você também tem uma bursa – chamada bursa isquiática – nas nádegas;

A bursite que afeta a bolsa isquiática é chamada de bursite isquiática. Os sintomas incluem:

  • dor quando você se senta ou deita
  • dor que irradia na parte de trás da sua coxa
  • inchaço e vermelhidão

Você pode desenvolver bursite na bursa isquiática se ferir a bursa ou ficar sentado por muito tempo em superfícies duras. Às vezes, esse tipo de bursite é chamado de “parte inferior do tecelão” ou “assento do alfaiate”, após as profissões que costumam causá-la. Esses exercícios podem ajudar a aliviar seus sintomas. Cada um dos ossos da sua coluna é separado e amortecido por pequenas almofadas cheias de um material semelhante a geléia.

Estes são chamados de discos. Um disco pode se tornar herniado se sua camada externa se rasgar, deixando escapar parte do material interno. Um disco herniado pode pressionar os nervos próximos, causando dor, dormência e fraqueza.

Se o disco afetado estiver na parte inferior das costas (coluna lombar), você provavelmente sentirá a dor nas nádegas. A dor também pode irradiar sua perna. Outros sintomas incluem: É mais provável que você tenha um hérnia de disco à medida que envelhece, porque os discos degeneram com a idade.

Outros riscos incluem obesidade e trabalhar em um trabalho em que você levanta ou puxa objetos pesados. À medida que você envelhece, os discos nas costas podem se desgastar. À medida que os discos encolhem, você perde o amortecimento que impede que os ossos da coluna se esfreguem.

A degeneração dos discos na região lombar pode causar dor nas nádegas e nas coxas. A dor pode piorar quando você se senta, dobra ou levanta alguma coisa. Caminhar ou outro movimento pode aliviá-lo. Você também pode ter dormência e formigamento nas pernas. O piriforme é um músculo que desce da parte inferior das costas até o topo da coxa.

  • Você também tem um nervo que corre da coluna vertebral, passando pelas nádegas até a parte posterior da coxa, chamado nervo ciático;
  • Lesões ou uso excessivo podem inflamar o músculo piriforme até o ponto em que pressiona o nervo ciático;

Essa pressão pode causar um tipo de dor chamada ciática que corre das nádegas até a parte de trás da perna. A dor pode piorar quando você sobe, corre ou senta. Você também pode ter dormência ou formigamento. O trecho piriforme pode ajudar a aliviar esses sintomas.

A síndrome do piriforme é frequentemente diagnosticada como outros tipos de dor nas costas. Cerca de 6% das pessoas diagnosticadas com lombalgia realmente têm a síndrome do piriforme. Um cisto é um saco oco que pode se formar em diferentes partes do seu corpo.

Os cistos geralmente contêm líquido, mas um cisto pilonidal contém pequenos pedaços de cabelo e pele. Esses cistos se formam na fenda entre as nádegas. Você pode obter um desses cistos se um cabelo crescer em sua pele (pêlos encravados). Junto com a dor, você pode perceber:

  • pele avermelhada
  • pus ou sangue drenando da abertura
  • um cheiro ruim

Os cistos pilonidais são mais comuns em homens do que mulheres e em pessoas que ficam sentadas por longos períodos de tempo. Você também pode obtê-los por atrito – por exemplo, enquanto anda de bicicleta. Um abscesso perirretal (também chamado de abscesso perianal) é uma cavidade cheia de pus que se forma em uma glândula perto do ânus, a abertura através da qual as fezes deixam seu corpo.

  • O abscesso é causado por uma infecção bacteriana;
  • Este tipo de abscesso é comum em bebês;
  • Os adultos são mais propensos a contrair uma infecção se tiverem diarréia, constipação ou outro problema com os movimentos intestinais;

Algumas pessoas têm uma conexão anormal entre o interior do ânus e a pele. Isso é chamado de fístula. As bactérias podem ficar presas nessa conexão e causar um abscesso. O seu médico pode recomendar cirurgia para remover a fístula. Sua articulação sacroilíaca conecta o sacro – o osso triangular na base da coluna – ao osso pélvico.

  1. Quando esta articulação fica inflamada, pode causar dor na região lombar que pode irradiar pela nádega até a parte superior da perna;
  2. Atividades como caminhar, correr ou subir escadas podem agravar a dor, mas existem opções para alívio;

A fisioterapia pode ajudar a melhorar a força e manter a flexibilidade da articulação. A dor nas articulações sacroilíacas é frequentemente diagnosticada como outro tipo de dor lombar. Sobre 10 a 25 por cento das pessoas com dor lombar têm um problema com a articulação sacroilíaca.

  1. A artrite é uma doença que causa dor e rigidez nas articulações;
  2. Existem cerca de 100 tipos diferentes de artrite, que juntos afetam mais de 54 milhões Americanos;
  3. Alguns tipos são causados ​​pelo desgaste gradual das articulações com a idade e a atividade;
You might be interested:  Qual O Melhor Remédio Para Dor De Coluna?

Outros são causados ​​por um ataque do sistema imunológico nas articulações. Artrite na articulação do quadril pode causar dor que irradia para as nádegas. A dor e a rigidez podem ser piores pela manhã e melhorar gradualmente à medida que você move a articulação.

Medicação e fisioterapia podem ajudar no controle da dor. A aorta é o principal vaso sanguíneo do coração. Ele se divide em dois vasos menores chamados artérias ilíacas, que continuam diminuindo e trazendo sangue para as pernas.

Um bloqueio nesses vasos sanguíneos da aterosclerose pode causar dor nas nádegas. A dor ocorre ao caminhar e pode ser dolorosa por natureza. Isso pode forçá-lo a parar de andar, após o que a dor desaparece. Também pode haver fraqueza e perda de cabelo nas pernas. O seu médico pode recomendar:

  • injeções de corticosteróides para reduzir a inflamação
  • fisioterapia para ajudar a fortalecer os músculos ao redor da lesão e melhorar a amplitude de movimento na área afetada
  • um procedimento para drenar um cisto ou abscesso
  • cirurgia para reparar um disco danificado ou substituir uma articulação desgastada

Remédios caseiros podem ajudar a aliviar seus sintomas até que um plano de tratamento esteja em vigor.

O que pode ser dor na lombar que desce para as pernas?

A dor que desce pela perna é chamada de ciática ou dor no nervo ciático. Muitas vezes a pessoa conta que a dor se inicia nas costas, desce pela nádega, corre pela coxa, descendo pela perna até o pé. Outras vezes a dor é fundamentalmente na perna, outras pessoas contam que têm dor só na nádega.

Como desinflamar o nervo ciático rápido?

Quais são os sintomas de inflamação no nervo ciático?

O que pode ser dor nas nádegas e pernas?

A dor na nádega é geralmente causada por uma compressão do nervo ciático na região glútea, que ocorre principalmente por um encurtamento ou contratura do músculo piriforme (um dos rotadores externos curtos do quadril), músculo que está em íntimo contato com o nervo, e daí a chamada Síndrome do Piriforme.

Qual o problema de coluna que ataca as pernas?

Dor na perna – Condições degenerativas nas vértebras da coluna lombar, ou lombalgia, é uma fonte comum de dor na perna. Se você estiver sentindo dor na perna, a fonte de seu desconforto pode na verdade ser na parte inferior das suas costas, ou coluna lombar.

A coluna lombar é uma fonte comum de dor nas costas porque suporta mais peso do que qualquer outra região da coluna vertebral e também está por estar sujeita a uma quantidade significativa de estresse e força, seja ao levantar uma carga ou receber um choque durante a prática esportiva.

O termo médico para sintomas que irradiam para as extremidades é radiculopatia, derivado das palavras latinas ” radix “, ou raízes, e ” pathos “, que significa doença. A dor é uma reação natural do seu corpo aos sinais transmitidos a partir de um ponto de origem, e através dos nervos da medula espinhal alcançam o cérebro, onde é percebida como dor.

Qual o exame para detectar inflamação do nervo ciático?

Diagnóstico Nervo ciático inflamado – O diagnóstico pode ser feito pelo médico especialista com base nos sintomas apresentados. O exame para detectar uma alteração do nervo ciático deve ocorrer no consultório: o paciente está deitado de costas e levanta a perna esticada da maca.

  1. Dor ou formigamento podem indicar compressão ciática;
  2. Se também sentir desconforto na outra perna, isso indica doença espinhal grave, como uma hérnia de disco extrusa;
  3. Exames de imagem, como raio-x e ressonância magnética, podem ser úteis na avaliação da coluna vertebral e ajudar a identificar o que comprime o nervo;

Se a coluna estiver saudável e inalterada, a causa deve ser apenas músculos ou fáscia para facilitar o tratamento. A suspeita de dano no nervo que ocorre apenas em caso de acidente grave pode exigir um eletroneuromiograma para avaliar o funcionamento da área.

O que piora a dor no nervo ciático?

O que causa a dor ciática A dor ciática surge quando o nervo ciático está inflamado, o que normalmente acontece quando existe compressão do nervo, que pode surgir devido ao envelhecimento natural, mas também devido a maus hábitos como ter uma postura incorreta.

Qual a melhor posição para dormir com dor no nervo ciático?

Como aliviar dor lombar que desce pela perna

Dor pode começar com um formigamento leve que aumenta aos poucos. Exercícios simples fortalecem os músculos e ajudam a evitar; aprenda. – O nervo ciático é o maior do corpo humano e responsável pela sensibilidade, mobilidade e articulações dos membros inferiores.

Se há uma inflamação ou compressão nesse nervo, pode ocorrer a dor ciática – geralmente, ela começa com um formigamento leve e pode aumentar progressivamente de intensidade ou pode também aparecer repentinamente, como agulhadas.

No entanto, vale ressaltar que essa dor não é uma doença, mas o sintoma de algum problema e, na maioria das vezes, é causada por uma hérnia de disco, como explicou o ortopedista Marcelo Wajchenberg no Bem Estar desta segunda-feira (26). Quando há relação com a hérnia, a dor pode aparecer subitamente e até reduzir a capacidade de a pessoa se movimentar, principalmente na hora de andar.

Foi o que aconteceu com a bióloga Debora Rotenberg que, por causa das dores tão intensas, precisava se sentar para aliviar. Segundo Debora, parecia que a perna estava pegando fogo e, por causa do problema, ela chegou a andar corcunda.

You might be interested:  Dor Lombar Qual Médico Procurar?

A solução para o caso foi o RPG e a acupuntura, como mostrou a reportagem da Marina Araújo (veja no vídeo). Dor Na Lombar Que Desce Para As Nádegas E Pernas

  •  

Dor Na Lombar Que Desce Para As Nádegas E Pernas A acupuntura pode ajudar, mas na maioria dos casos, o tratamento para a dor no ciático é feito com remédios e fisioterapia e, em situações mais graves, até cirurgia. Geralmente, essa dor costuma aparecer depois dos 40 anos de idade por causa do desgaste da cartilagem causado pelo envelhecimento, mas ela pode ocorrer também com crianças e jovens já que é um problema genético. Esse desgaste, responsável por 90% dos casos de dor, pode ocorrer não só pelo envelhecimento e genética, mas também por causa do sobrepeso do paciente ou por ele carregar muito peso.

  • Esses fatores, somados ao sedentarismo, cigarro e erros de postura, podem causar ainda a hérnia de disco, que pressiona o nervo ciático e é a principal causa da dor;
  • Para evitar, a fisioterapeuta Laura Proença deu dicas de alguns exercícios simples;

Por exemplo, para fortalecer o músculo do assoalho pélvico, a pessoa precisa deitar e fazer o movimento de abrir e fechar o esfíncter, como se estivesse segurando e soltando a urina. Já para a musculatura interna da coxa, ela precisa deitar com as pernas dobradas e, com uma bola pequena ou uma almofada entre as pernas, fazer o movimento de pressionar e soltar.

  1. Para a coluna, ainda deitada, a pessoa deve flexionar as pernas em cima de uma bola ou cadeira e levantar o quadril;
  2. Há ainda a opção de fortalecer o abdômen e a coluna e, para isso, é preciso deitar-se de barriga para baixo e levantar as pernas e o tronco;

Ainda deitada de barriga para baixo, a pessoa pode fazer movimentos batendo as pernas e os braços, como se estivesse nadando, para deixar a coluna ainda mais resistente. Por último, a fisioterapeuta ainda deu a dica de um exercício para o diafragma, em que a pessoa precisa puxar o ar expandindo o pulmão e soltar, fechando as costelas.

No entanto, esses exercícios são para quem não tem nenhum problema. No caso da administradora Ana Paula Soares do Canto, que teve uma crise de hérnia de disco, a solução foi a hidroterapia, uma espécie de terapia na piscina com exercícios, como mostrou a reportagem da Marina Araújo (veja no vídeo ao lado).

Nesses casos, quando a dor é crônica, não é aconselhável fazer esses exercícios durante as crises já que eles podem até piorar o problema. O ideal, nessa situação, é fazer uma compressa de 20 minutos com uma bolsa de água quente e ficar de repouso para aliviar a musculatura.

Quando essa fase aguda passar, o paciente pode fazer os exercícios para fortalecer os músculos e proteger a coluna. Ainda na hora da crise, o paciente não deve esticar as pernas ou ficar em absoluto repouso porque isso pode aumentar a dor.

Outra dica é deitar, colocar um travesseiro entre as pernas e ficar de lado, com as pernas dobradas. Por isso, para quem tem hérnia de disco, a melhor posição para dormir é essa – de lado e com o travesseiro entre as pernas – ou com a barriga para cima, com o travesseiro abaixo dos joelhos, mas nunca de bruços porque pode forçar a lombar e piorar a dor.

Em qual perna passa o nervo ciático?

Dor ciática é provocada principalmente pela compressão, inflamação ou irritação de uma ou mais raízes nervosas que nascem na medula espinhal e vão formar o nervo ciático (ou isquiático). A dor ciática (ciatalgia) pode ser considerada mais um sintoma do que propriamente uma doença em si.

Ela é provocada pela compressão, inflamação ou irritação de uma ou mais raízes nervosas que nascem na medula espinhal e vão formar o nervo ciático (ou isquiático), que começa na quarta e quinta vértebra da coluna lombar.

Veja também: Artigo sobre dor ciática O ciático é o maior nervo do corpo humano. Estende-se pela face posterior do quadril, desce por trás da coxa e do joelho de cada perna até alcançar o dedo maior do pé (hálux). Ele é responsável em grande parte pela inervação sensitiva, motora e das articulações dos membros inferiores.

O dano ao ciático pode ocorrer dentro do canal espinhal, no forame intervertebral (espaço entre as vértebras por onde passa a medula espinhal) ou em algum outro ponto de seu percurso, uma vez que atravessa vários músculos, fascias (membranas de tecido fibroso que protegem os órgãos) e tendões.

A dor no ciático acomete indistintamente homens e mulheres e sua frequência aumenta com o envelhecimento, visto que com o passar dos anos as estruturas da coluna vertebral acabam sofrendo um desgaste que pode comprometer tanto a medula espinhal, quanto as raízes que dão origem as nervos.

Qual é o médico que cuida do nervo ciático?

Nervo Ciático Inflamado: Sintomas e Tratamento: Agende sua Consulta com nosso Ortopedista (11) 5565 4000 ou WhatSapp (11) 94504 1500 Para curar o nervo ciático inflamado deve-se realizar o tratamento indicado pelo ortopedista com remédios, exercícios, e por vezes, fisioterapia. O nervo ciático é o maior nervo do corpo humano, sendo formado por várias raízes nervosas que vem da coluna vertebral. O nervo ciático se inicia no final da coluna, passando pelos glúteos e parte pos terior da coxa, e quando chega no joelho ele se divide entre nervo tibial e fibular comum, e chega até os pés.

Quanto tempo dura uma inflamação no nervo ciático?

A dor no ciático dura cerca de seis semanas. Se a dor persistir por mais de 3 meses, é sinal de que se tornou crônica. – Dor Na Lombar Que Desce Para As Nádegas E Pernas Fisioterapeuta explica como sentar sem agredir a coluna Quem tem problema no nervo ciático sabe como a dor incomoda. O Bem Estar desta quarta-feira (16) trouxe dois convidados para falar sobre o assunto. O neurocirurgião Adriano Scaff tirou dúvidas e deu dicas para quem sofre com dor na coluna. A fisioterapeuta Alessandra Arkie mostrou exercícios simples que dá para fazer em casa todos os dias para se livrar da dor.

  • O nervo ciático sai da coluna, passa pelo bumbum e inerva as pernas;
  • Quando comprimido, inflama e gera dor;
  • As causas mais comuns da dor no ciático são a hérnia de disco (quando o disco da coluna se rompe;

Na maioria das vezes é um pinçamento leve e melhora em seis semanas) e síndrome do piriforme, músculo que fica no bumbum (quando se contrai, pode pinçar o nervo, causando a inflamação e dor). A dor no ciático dura cerca de seis semanas — Foto: Augusto Carlos/TV Globo A dor no ciático dura cerca de seis semanas.

You might be interested:  Qual O Melhor Remedio Para Dor Nas Costas?

Quando isso não acontece, existem tratamentos com anti-inflamatório e analgésico, radiofrequência, injeção de anestésico, fisioterapia analgésica (dor crônica) e fisioterapia fortalecedora (após a dor crônica).

A hérnia de disco deve ser tratada quando há sintomas. É muito comum quem sofre de dor na coluna tomar muito medicamento sem a indicação do médico. Entretanto, eles podem mascarar um problema mais sério e piorar a dor. Se a dor persistir por mais de 3 meses, é sinal de que se tornou crônica.

O excesso de anti-inflamatórios pode ainda prejudicar o estômago, o intestino, o fígado, e, principalmente, os rins. De acordo com a fisioterapeuta, na fase aguda da dor, não devemos alongar o corpo. Se a dor for leve, tudo bem.

Estabilizar os músculos da coluna ajuda a evitar dores. Os exercícios de fisioterapia soltam a musculatura, acomodam as articulações, fortalecem e estabilizam a musculatura. Dor Na Lombar Que Desce Para As Nádegas E Pernas Lesão no nervo ciático pode causar problemas motores nos pés Dor Na Lombar Que Desce Para As Nádegas E Pernas Taxistas mostram truques para aliviar a dor depois de um dia de trabalho Dor Na Lombar Que Desce Para As Nádegas E Pernas Mercado de calçados se adapta para oferecer conforto e bem-estar Newsletter G1 Created with Sketch. O que aconteceu hoje, diretamente no seu e-mail As notícias que você não pode perder diretamente no seu e-mail. Para se inscrever, entre ou crie uma Conta Globo gratuita. Obrigado! Você acaba de se inscrever na newsletter Resumo do dia. Deseja receber as notícias mais importantes em tempo real? Ative as notificações do G1!.

O que faz atacar o nervo ciático?

O que causa a dor no nervo ciático – A dor no nervo ciático acontece quando este nervo sofre uma compressão, o que é comum quando a pessoa possui hérnia de disco lombar, especialmente entre L4 ou L5, um aperto do canal onde passa a medula, um desalinhamento de uma vértebra, ou quando possui um aumento do tônus e da firmeza do glúteo, por exemplo.

Mulheres que praticam atividade física na academia e tem o bumbum muito trabalhado, podem ficar com dor ciática porque houve um aumento do tônus ou, até mesmo, se desenvolveu uma contratura no glúteo, mais especificamente no músculo piriforme.

Cerca de 8% da população mundial sofre com dor ciática porque nelas as fibras do nervo passam por dentro do músculo piriforme, e este quando está muito tenso ou com contratura, comprimem o nervo, levando ao surgimento da dor em forma de dormência, choque ou formigamento.

O que fazer para desinflamar o piriforme?

Como tratar? – Um dos primeiros passos é proporcionar o alívio da dor, o que pode ser feito com medicação de analgésicos, anti-inflamatórios e relaxantes musculares via oral, seguido da indicação de fisioterapia para reabilitação da área lesionada e fortalecimento do músculo.

  1. Outro procedimento também pode ser utilizado é a infiltração;
  2. O tratamento consiste na aplicação de medicamentos diretamente no ponto da dor;
  3. Da mesma forma, terapias alternativas, como a acupuntura e massoterapia são   procedimentos aliados no combate a dor causada pela síndrome do piriforme , agindo principalmente na correção tanto da contratura do músculo piriforme como também de outras musculaturas da região lombar;

Alongamentos específicos, massagens e repouso também podem ajudar. Outro procedimento moderno é a utilização de toxina butolínica para a imobilização do músculo piriforme , que para de se contrair e diminui o atrito com o nervo ciático. Equipamentos de Eletrotermofoterapia como ultrassom e terapia combinada podem também acelerar este processo de melhora.

Como é a dor do piriforme?

É comum que pessoas acometidas pela síndrome do piriforme relatem dor lombar que irradia ao longo da parte posterior da coxa, seguindo a extensão do nervo ciático, frequentemente descrita como uma sensação de queimação.

Qual a melhor injeção para dor no nervo ciático?

Uso de medicamentos para alívio da Dor no nervo Ciático. – Dor Na Lombar Que Desce Para As Nádegas E Pernas Para obter alívio imediato no caso de dor ciática aguda, o médico pode recomendar os seguintes medicamentos: anti-inflamatórios não esteroides, cortisona e relaxantes musculares. Muitas vezes o médico prescreve uma injeção de anti-inflamatórios e relaxantes musculares juntos, por exemplo: Muscoril e Voltaren. Se estes princípios ativos não reduzem a dor, o médico pode fazer as infiltrações de cortisona. Esses tratamentos proporcionam alívio temporário, mas não eliminam a causa do problema.

  1. Se a dor ciática é causada por uma hérnia de disco, protrusão ou estenose do canal lombar , as recaídas podem ocorrer;
  2. Na verdade, cada paciente reage de um modo bastante específico, por isso a administração de medicamentos vai depender das condições de cada pessoa;

A fisioterapia reduz a dor do nervo. Os especialistas acreditam que a fisioterapia é a melhor opção para o tratamento dessa doença. A atividade física regular e os exercícios ajudam a fortalecer os músculos da coluna ( veja também : Exercícios Para o Nervo Ciático ), abdômen e corrigir a postura de um indivíduo.

Como saber se estou com dor nos rins ou na coluna?

A dor que tem origem nos rins é mais aguda, forte, constante e aparece repentinamente, principalmente quando se trata de pedra nos rins. Já a dor nas costas pode variar de leve a grave, sendo caracterizada por pontadas, sensação de queimação ou perfuração.

Onde fica o nervo ciático da perna?

Dor ciática é provocada principalmente pela compressão, inflamação ou irritação de uma ou mais raízes nervosas que nascem na medula espinhal e vão formar o nervo ciático (ou isquiático). A dor ciática (ciatalgia) pode ser considerada mais um sintoma do que propriamente uma doença em si.

Ela é provocada pela compressão, inflamação ou irritação de uma ou mais raízes nervosas que nascem na medula espinhal e vão formar o nervo ciático (ou isquiático), que começa na quarta e quinta vértebra da coluna lombar.

Veja também: Artigo sobre dor ciática O ciático é o maior nervo do corpo humano. Estende-se pela face posterior do quadril, desce por trás da coxa e do joelho de cada perna até alcançar o dedo maior do pé (hálux). Ele é responsável em grande parte pela inervação sensitiva, motora e das articulações dos membros inferiores.

O dano ao ciático pode ocorrer dentro do canal espinhal, no forame intervertebral (espaço entre as vértebras por onde passa a medula espinhal) ou em algum outro ponto de seu percurso, uma vez que atravessa vários músculos, fascias (membranas de tecido fibroso que protegem os órgãos) e tendões.

A dor no ciático acomete indistintamente homens e mulheres e sua frequência aumenta com o envelhecimento, visto que com o passar dos anos as estruturas da coluna vertebral acabam sofrendo um desgaste que pode comprometer tanto a medula espinhal, quanto as raízes que dão origem as nervos.

0
Adblock
detector