Dor Abdominal O Que Pode Ser Gravidez?

Dor Abdominal O Que Pode Ser Gravidez
Cólicas ou dor abdominal –

  • Frequência: comum.
  • Quando surge: entre a 4ª e 5ª semana.

Além de um sangramento leve, a gravidez inicial também pode causar algum desconforto na parte inferior do abdômen (pé da barriga) ou uma sensação de inchaço abdominal, parecendo-se muito com os sintomas pré-menstruais. Estes incômodos e cólicas, quando associados a um sangramento vaginal, podem muito bem enganar as grávidas, fazendo-as pensar que menstruaram. É normal ter cólicas na gravidez? Sim, é perfeitamente normal e até esperado haver cólicas durante a gravidez.

  • No primeiro trimestre, a dor costuma ter origem no início do crescimento do útero e nas alterações hormonais;
  • A dor abdominal é um sintoma que pode surgir no primeiro, segundo ou terceiro trimestre de gravidez;

Nas primeiras semanas de gestação ela pode ser mais uma sensação de peso ou um desconforto do que propriamente uma cólica. Falamos especificamente sobre as causas de dor abdominal na gravidez no seguinte artigo: Principais causas de dor abdominal na grávida.

Como e a dor abdominal na gravidez?

Dores normais no primeiro trimestre – Nos primeiros meses de gravidez, a dor abdominal costuma ser causada pelas alterações hormonais que interferem com o funcionamento normal dos intestinos. Excesso de gases, sensação de barriga inchada e prisão de ventre são alguns dos problemas que podem fazer com que a grávida queixe-se de desconforto abdominal já a partir do primeiro trimestre (leia: PRIMEIROS SINAIS E SINTOMAS DE GRAVIDEZ ).

  1. Em geral, essas dores são leves e transitórias;
  2. Qualquer dor abdominal de forte intensidade e persistente ou que esteja acompanhada de sintomas como, sangramento vaginal, corrimento vaginal purulento, febre, diarreia volumosa, diarreia com sangue, hipotensão, prostração ou vômitos* deve ser avaliada pelo seu obstetra;
You might be interested:  Dor De Cabeça Todo Dia O Que Pode Ser?

* Náuseas e vômitos são comuns no primeiro trimestre de gravidez, mas eles não costumam estar associados à dor abdominal, febre ou diarreia (leia: ENJOOS E VÔMITOS NA GRAVIDEZ ).

E normal sentir dor abdominal no início da gravidez?

Você sabia que a dor abdominal na gravidez é comum? As dores abdominais ocorrem, em geral, no início da gravidez e causam pânico em muitas futuras mamães. Na maior parte dos casos, são associadas às mudanças corporais: o útero está se expandido para se adaptar ao bebê.

Quais são as dores mais comuns no início da gravidez?

E bem no início da gestação, as dores podem ser um pouco assustadoras. As cólicas, dores nas costas e até mesmo uma dor no pé da barriga são comuns Até a10ª semana da gravidez, essas dores podem ser hormonais e de expansão do útero.

Qual a sensação na barriga no início da gravidez?

Os principais sinais e sintomas na gravidez são: atraso menstrual, náuseas e vómitos, aumento dos seios e tensão mamária, cólicas abdominais, cansaço e sono excessivo, tonturas, alterações do humor, acne, dores de cabeça, alteração do paladar, entre outros, como veremos de seguida com maior detalhe.

Os primeiros sintomas de gravidez são muitos e podem não surgir ao mesmo tempo. Nos primeiros dias de gravidez (e muitas vezes antes do atraso menstrual) surge a tensão mamária e aumento do peito, o sono e cansaço, que se devem sobretudo às alterações hormonais.

Nos primeiros dias após a fecundação pode também surgir uma sensação de “barriga inchada” que corresponde a leves cãibras abdominais (dor de barriga). Por isso, é normal sentir cólicas no início da gravidez que se assemelham às dores do período menstrual.

A falha menstrual (“não veio a menstruação”) costuma ser o sinal de gravidez mais importante e que normalmente leva a mulher a pensar que está grávida. Mas pode ocorrer um pequeno sangramento vaginal que pode ser sinal de gravidez, que corresponde à implantação do ovo no útero materno, ou seja, quando este chega e se acomoda na cavidade uterina.

You might be interested:  O Que É Bom Para Dor De Dente Do Siso?

As náuseas (enjoo) e vómitos são sintomas muito frequentes no início da gravidez. Normalmente são matinais (ocorrem de manhã), mas podem surgir a qualquer hora do dia. É normal que os sinta logo na primeira semana de gravidez e normalmente cessam entre as 8 e as 12 semanas.

No entanto, podem em alguns casos perdurar ao longo de toda a gestação. A tontura e o sono excessivo são sintomas da gravidez que ocorrem por causa da queda da pressão arterial, da redução da glicose no sangue, e da má alimentação devido aos enjoos e vómitos frequentes.

A dor de cabeça na gravidez é também frequente, geralmente é leve mas persistente no tempo. No 1º (primeiro) mês de gravidez pode surgir aumento de apetite , aumento da frequência miccional (vontade frequente de urinar), obstipação (prisão de ventre), aparecimento de espinhas e pele mais oleosa.

Podem ocorrer alterações no humor (sintomas de depressão) e também aversão a cheiros fortes. A mulher grávida chega mesmo a vomitar perante cheiros que sejam aparentemente agradáveis como perfumes ou alimentos saborosos.

Apesar dos sintomas atrás apresentados, é importante referir que a gravidez não é uma doença ! E se não houver restrições pelo médico obstetra, a grávida deve fazer uma vida normal e saudável. No entanto, apesar de ser um estado de felicidade, como vimos, podem ocorrer vários sintomas iniciais (que surgem logo nas primeiras semanas de gravidez) e muitos outros que podem surgir até ao final da gestação que podem ser um motivo de angústia para as mulheres grávidas.

Muitos destes sintomas podem ser bastante incomodativos e transtornar a vida diária. A gravidez sem sintomas é algo frequente e por isso não deve ficar preocupada se não tiver nenhum dos sinais e sintomas referidos.

Caso os sintomas sejam incomodativos, o médico obstetra pode prescrever determinados medicamentos (ou remédios) ou recomendar outras atitudes ou medidas terapêuticas que possam aliviar ou até eliminar eficazmente muitos desses sintomas. É importante também saber distinguir entre aquilo que é considerado normal e o que é patológico , merecendo investigação e tratamento adequados.

You might be interested:  Dor No Estômago E Diarréia O Que Pode Ser?

Onde se localiza cólica de gravidez?

Dor no pé da barriga na gravidez

No início da gestação, a cólica e o desconforto abdominal também são bastante comuns devido ao crescimento e adaptação do útero e estiramento da área do abdômen por causa do crescimento do bebê.

Quais os sinais que o óvulo foi fecundado?

Quais os sintomas de uma gravidez de uma semana?

O que muda no corpo com 2 semanas de gravidez?

SEU CORPO E SEU BEBÊ – Após a fecundação, o futuro bebê – ainda muito, muito pequeno – chega ao útero, através das trompas, e lá se firma ou se “implanta”, onde então começa a crescer a placenta. Durante o processo, algumas veias podem acabar se rompendo, causando um ligeiro sangramento.

  1. Essas pequenas perdas de sangue no comecinho da gravidez são conhecidas como sangramento de implantação, e algumas mulheres nem se dão conta do que está acontecendo, uma vez que aparecem mais ou menos na época esperada da menstruação;

Tudo isso é normal e, geralmente, não há motivos de preocupação, mas se você tiver um sangramento intenso, não deixe de procurar orientação médica.

Quais são os sintomas de uma gravidez silenciosa?

Como notar a gravidez apenas pela barriga – Quando uma mulher é menos sensível a alterações hormonais ela pode demorar a perceber ou levantar a hipótese de estar grávida. Isso porque ter náuseas, vômitos, fadiga, aumento do sono, sensibilidade mamária, intestino preso e apresentar sangramento na implantação do ovo no útero (que acontece próximo ao que seria a menstruação normal) podem levar a suspeita de uma gravidez pelo crescimento da barriga.

Como é a barriga de uma grávida de 1 mês?

Como fica a barriga com 1 mês de gestação? – Com 1 mês de gestação a barriga fica quase que imperceptível indicando gravidez. Um leve inchaço no pé da barriga pode ser sentido pela gestante, mas nada que possa confirmar a gestação.

0
Adblock
detector