Dor Na Nuca O Que Será?

Dor Na Nuca O Que Será
Dor na nuca do lado esquerdo perto da orelha –

  • Dor na nuca e na cabeça : provavelmente essa dor é por conta de uma cefaleia cervicogênica. É uma dor atrás da cabeça , acima da nuca, pois está relacionada a um problema cervical (pescoço e nuca). É causada por alguma alteração nessa região que pode estar relacionada com problemas mais delicados como uma hérnia de disco, mas também com torcicolos e problemas posturais. Veja também: Como se manifesta a cefaleia tensional
  • Dor muscular por espasmo: um espasmo ou contração dos músculos é uma causa comum para o aparecimento das dores na região do pescoço e dos ombros. Isso acontece porque esses músculos estão interligados, dessa forma, qualquer trauma na nuca pode irradiar para os ombros e também para atrás das orelhas.
  • Mastoidite: o osso mastoide está localizado atrás da orelha. Infecções bacterianas nesse osso ou a formação de um cisto causa dores que podem irradiar, além de inchaço, febre e vermelhidão atrás das orelhas.

Quando a dor na nuca e preocupante?

​A dor na nuca normalmente é causada por excesso de tensão muscular, principalmente devido a má postura ou situações de estresse e ansiedade. É comum que surja também a sensação de pescoço rígido e que dor possa se espalhar para ambos os lados da nuca. No entanto, a dor na nuca também pode ser um sinal de problemas mais graves, como meningite, pressão alta ou aneurisma, especialmente se for muito intensa, não melhorar com o passar do tempo ou for acompanhada de outros sintomas como febre, dor no peito, mal estar geral ou palpitações.

Em qualquer caso, sempre que existir suspeita que a dor na nuca possa ser uma situação mais séria é recomendado consultar um clínico geral para que ele peça exames, indique a possível causa na dor na nuca e inicie o tratamento adequado.

O médico poderá ainda orientar o paciente para um cardiologista, em caso de pressão alta, ou um ortopedista quando dor é provocada por doenças na coluna ou problemas musculares, por exemplo. Dor Na Nuca O Que Será As principais causas de dor na nuca são:.

O que pode causar dor na nuca?

Pressão alta – Muitas vezes, a hipertensão pode ser causada devido à dor na nuca. Embora haja quem acredite que a dor ocorre por conta da elevação da pressão, mas é o contrário disso — é ela quem desencadeia a descompensação arterial. Quando o seu corpo apresenta algum estresse ou dor, o organismo acaba liberando hormônios, como a adrenalina e cortisol para combater tais incômodos.

O que fazer quando está com dor na nuca?

Quais são os remédios mais indicados para dores na nuca? – O melhor tratamento para a sua dor na nuca pode ser indicado por um médico, que avaliará a causa e os sintomas associados. Confira alguns medicamentos indicados para aliviar a dor na nuca: 

  • Furosemida : é indicado para o tratamento da hipertensão leve a moderada, por isso auxilia no alívio da dor na nuca causada pela pressão alta.
  • Espironolactona : indicado para hipertensão, ele também auxilia no alívio das dores na nuca causadas pela elevação da pressão.
  • Paracetamol : auxilia na redução da febre e no alívio de dores leves a moderadas, associadas a dores de cabeça , na nuca, no corpo, nas costas, nos dentes, musculares , entre outras.
You might be interested:  Tosse E Dor Nas Costas O Que Pode Ser?

Leia também: Grávida pode tomar Paracetamol? Tudo que você precisa saber Ibuprofeno : indicado para o alívio de dores leves a moderadas, o Ibuprofeno é um analgésico e anti-inflamatório que auxilia no alívio das dores na nuca, bem como dores de garganta, musculares, de cabeça, de dentes, entre outras. Dor Na Nuca O Que Será.

Como saber se a dor na nuca e pressão alta?

Quais são os outros sinais do corpo de que a pressão está elevada? – Descobrir os outros sinais de pressão alta, além da dor na nuca, é importante para você encontrar o tratamento adequado. Normalmente, a dor que começa na nuca e irradia para a testa, além da sensação de peso na cabeça concomitantemente à visão turva ou embaçada, costuma ser sinal de hipertensão arterial.

Atualmente, podemos contar com aparelhos digitais pessoais para aferir a pressão arterial em casa mesmo. Eles são úteis tanto para quem tem elevação esporádica da pressão quanto para quem já tem vários episódios de hipertensão — e para diferenciar a pressão alta da baixa.

Para interpretar os números da pressão arterial , o parâmetro utilizado no Brasil para caracterizar a hipertensão é o valor igual ou acima de 140/90 mmHg (a popular pressão 14 por 9). O valor considerado normal é 120/80 mmHg, sendo essa a pressão ideal.

Onde dói a cabeça na pressão alta?

‘A hipertensão pode causar dor de cabeça, chamada de cefaleia. A dor descrita como dor na nuca, tecnicamente chamada de cefaleia occipital, também se enquadra como formas de apresentação da cefaleia.

Qual e a região da nuca?

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Esta página ou seção foi marcada para revisão devido a incoerências ou dados de confiabilidade duvidosa. Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e melhore a coerência e o rigor deste artigo. Considere colocar uma explicação mais detalhada na discussão.
Nuca

O termo nuca se refere à parte de trás do pescoço de diversos animais. Anatomicamente, nos seres humanos, refere-se à região inferoposterior da cabeça que corresponde à vértebra cervical chamada de atlas .

Como e a dor no pescoço de infarto?

Sintomas de infarto em homens – Dor torácica: um dos sintomas mais comuns em homens, pode ocorrer no centro do peito ou no sentido direita-esquerda. Vem acompanhada por sensação de pressão forte. Dor nos braços: os braços, ombros e cotovelos podem ficar doloridos, bem como o pescoço e até mesmo as costas.

  • Fadiga: cansaço excessivo sem explicação pode ser anúncio de que um infarto está prestes a acontecer;
  • Tosse: a tosse acontece pelo acúmulo de fluidos nos pulmões e também pode sinalizar a condição;
  • Batimentos cardíacos rápidos e irregulares: também são sinais conhecidos de infarto, principalmente se forem acompanhados de fraqueza, tontura e dificuldades para respirar;
You might be interested:  O Que É Bom Para Dor Na Coluna?

Suor frio: acontece de forma repentina sem nada que explique o seu surgimento. Inchaço: pés, tornozelos, abdômen e pernas inchados podem ser alertas de risco para um infarto. Dificuldade para respirar e falta de ar: distúrbios respiratórios também ser prenúncios do problema.

Como aliviar dor atrás do pescoço?

Quando a dor no pescoço e preocupante?

Má postura e exercícios feitos de maneira errada são as principais causas de dor no pescoço. Entenda – O pescoço é composto de vértebras que se estendem do crânio até a parte superior do tronco. Os ossos, ligamentos e músculos do pescoço apoiam a cabeça e permitem seu movimento.

  • Qualquer anormalidade, inflamação ou lesão pode causar rigidez ou dor no pescoço;
  • É comum ter dor ou sentir uma rigidez no pescoço de vez em quando;
  • Em muitos casos, isso se deve à má postura ou uso excessivo;

Às vezes, a dor no pescoço é causada por lesões causadas por uma queda, esportes de contato ou movimentos bruscos. Na maioria das vezes, a dor no pescoço não é uma condição séria e costuma passar dentro de alguns dias. Mas, em alguns casos, a dor no pescoço pode indicar ferimentos ou doenças graves e exigir cuidados médicos.

Como e a dor de pressão alta?

Dores de cabeça – Também chamada de cefaleia , a dor de cabeça é um dos sintomas mais frequentes da pressão alta. No geral, ela aparece nas primeiras horas da manhã e vai desaparecendo no decorrer do dia. Quando ocorre um quadro de hipertensão, a contração das artérias passa a ser maior, o que gera dor (que é mais intensa na região occipital — atrás da cabeça).

Como e a rigidez na nuca da meningite?

Podem ter como sintomas: febre, dor de cabeça e rigidez na nuca. Essa rigidez na nuca pode causar um desconforto também nas costas, uma vez que ela faz com o que o pescoço fique estático e com dificuldade de locomoção. Isso pode interferir na postura, o que tende a causar torcicolo e dores na lombar.

Quando devo me preocupar com a dor de cabeça?

A cefaleia, ou dor de cabeça, é uma queixa frequente entre os brasileiros, representando impacto físico, social e econômico relevante. De acordo com a Sociedade Brasileira de Cefaleia (SBCE), as dores de cabeça são responsáveis por cerca de 10% do total de consultas em unidades básicas de saúde e estima-se que cerca de 95% da população tenha pelo menos um episódio de cefaleia durante a vida.

Dores de cabeça podem ocorrer em pessoas de todas as idades, desde o nascimento, e podem ser originadas por mais de 200 condições clínicas diferentes. Elas podem ser classificadas, segundo suas causas determinantes, em cefaleias primárias ou secundárias.

Cefaleia primária Na cefaleia primária, a dor de cabeça é o principal ou único sintoma. Existem inúmeros tipos, porém, os mais comuns são a cefaleia tensional e a enxaqueca. A dor de cabeça do tipo tensional é a mais frequente na população, desencadeada, principalmente, por cansaço e estresse emocional.

  1. É uma dor como pressão ou aperto, bilateral, de intensidade leve ou moderada, que se manifesta na testa, na nuca ou na parte de cima da cabeça;
  2. A duração da crise varia bastante e, em geral, não impede que a pessoa exerça suas atividades rotineiras;
You might be interested:  Dor No Final Da Garganta O Que Pode Ser?

Já a enxaqueca é a cefaleia de maior importância no Brasil, segundo estudos do Instituto de Ensino e Pesquisa Albert Einstein, e é mais comum nas mulheres. É uma dor de intensidade moderada a forte, unilateral e latejante, frequentemente agravada por exposição à luz, barulho e cheiros, além de tonturas, náuseas e, às vezes, vômitos.

  1. As crises podem surgir em qualquer idade, mas é mais comum terem início na adolescência;
  2. Podem durar de algumas horas a vários dias;
  3. A enxaqueca também pode ser desencadeada por diversas condições, como depressão, ansiedade e distúrbios de sono;

Existem vários tipos de enxaqueca que, de acordo com a frequência e intensidade da dor, demandam abordagens diferentes. Cefaleia secundária A cefaleia secundária é um sintoma que pode estar presente em variados quadros clínicos como, por exemplo, infecções bacterianas e virais (sinusite, meningite, encefalite, gripes e resfriados, entre outras) fibromialgia, aneurismas e tumores cerebrais, acidente vascular encefálico, hipóxia cerebral, lesões cranianas, distúrbios oftalmológicos e do ouvido, uso de certos medicamentos entre outros.

Nesses casos, geralmente está associada a outros sintomas, o que normalmente preocupa mais as pessoas e as faz procurar um médico mais rapidamente. A cefaleia secundária pode ainda ser causada ou mantida pelo uso excessivo de analgésicos comuns usados para tratar a própria cefaleia primária.

O tratamento consiste na suspensão dos mesmos e uso, se necessário, de anti-inflamatórios. O diagnóstico e o tratamento devem ser orientados pelo médico, a partir da história clínica do paciente. Diagnóstico, tratamento e prevenção A gravidade da dor de cabeça é avaliada por suas causas e pelo impacto na vida do indivíduo.

Alguns doentes são escravos da dor, limitando suas vidas, tornando-se dependentes de analgésicos e sofrendo as consequências físicas e comportamentais. Por isso, é importante buscar o diagnóstico e tratamento adequados a cada quadro clínico.

O diagnóstico dos diferentes tipos de cefaleia começa pelo levantamento da história do paciente e pelo exame clínico geral e neurológico básico, que pode e deve ser feito por um clínico geral. Em casos específicos pode ser indicada a consulta a especialistas.

Podem ser necessários, mas nem sempre, exames de sangue e de imagem para auxiliar o diagnóstico. O tratamento das cefaleias secundárias é feito pelo controle das enfermidades às quais elas estão associadas.

Para as cefaleias primárias, é fundamental a orientação médica quanto à medicação mais indicada. Por outro lado, mudanças no estilo de vida que ajudem a controlar a tensão e o estresse, assim como a prática de exercícios físicos e de relaxamento são medidas importantes tanto para a prevenção quanto para o alívio da dor.

  • FIQUE ATENTO É importante buscar assistência médica imediata em casos de dor de cabeça forte, que surge de repente ou persiste por dias, que não cede com o uso de analgésicos comuns e está associada a sintomas como confusão mental, sonolência, febre alta, desmaios, convulsões, rigidez da nuca, vômitos ou alterações motoras;

Fontes: https://sbcefaleia. com. br/noticias. php?id=2 https://drauziovarella. uol. com. br/doencas-e-sintomas/dor-de-cabeca-cefaleia/ https://www. einstein. br/guia-doencas-sintomas/info/#61 www. hospitalsiriolibanes. org. br/hospital/especialidades/nucleo-avancado-dor-disturbios-movimentos/Paginas/cefaleia.

0
Adblock
detector