Dor Nas Costas Que Medico Procurar?

Dor Nas Costas Que Medico Procurar
Segundo os especialistas consultados pelo UOL VivaBem, a maioria das dores nas costas é de causa ortopédica. O ortopedista é o médico que cuida dos ossos, músculos, articulações e ligamentos. Um dos principais problemas é a postura inadequada, que pode inflamar o músculo, comprimir o nervo e causar a dor.

Qual o médico que cuida de dor nas costas?

Qual é o médico para dor nas costas? – Dor nas costas é um sintoma bastante comum que, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), será percebido por 80% da população mundial em algum momento da vida. No entanto, trata-se de um incômodo inespecífico , ou seja, sem relação direta com uma única área da medicina.

Daí a dificuldade na hora de procurar um médico. Dependendo da origem, a dor nas costas será tratada por um ortopedista, reumatologista, neurocirurgião ou mesmo por um fisiatra. Caso tenha dúvidas sobre a causa da dor, consulte primeiro um clínico geral.

Ele fará uma avaliação e, se for preciso, o encaminhamento a um especialista. Veja, agora, detalhes sobre a atuação dos especialistas que combatem a dor nas costas. Ouça este conteúdo no formato de podcast no youtube.

Quando procurar um médico para dor nas costas?

Quando a dor nas costas pode ser preocupante?

Quando a dor nas costas limita as atividades do dia a dia ou quando dura mais de 6 semanas para desaparecer, é recomendado consultar um ortopedista para que sejam feitos exames de imagem, como raio-X ou tomografia computadorizada, para que seja identificada a causa da dor nas costas e iniciado o tratamento mais adequado, que pode envolver o uso de anti-inflamatórios, cirurgia ou fisioterapia.

  1. Na maioria dos casos, a dor nas costas melhora ao longo de 2 a 3 semanas, desde que a pessoa permaneça em repouso e aplique compressas mornas na região da dor;
  2. Em alguns casos, o médico pode indicar também o uso de anti-inflamatórios para aliviar a dor e o desconforto e promover a recuperação e a qualidade de vida da pessoa;

Confira mais dicas para aliviar a dor nas costas assistindo ao vídeo a seguir:.

O que pode ser uma dor no meio das costas?

Assim, os problemas mais comuns associados a esta dor são má postura, hérnia de disco, osteoartrite ou até pequenas fraturas. No entanto, em alguns casos, este tipo de dor também pode acontecer quando existe alguma alteração em um órgão que fica nessa região, como o pulmão ou o estômago, por exemplo.

Quando e hora de procurar um ortopedista?

O que fazer para aliviar a dor nas costas?

Qual o médico que cuida de dores musculares?

O que faz um reumatologista? – O médico reumatologista é o especialista em tratar doenças do sistema musculoesquelético que não sejam traumáticas ou tumorais, que são de responsabilidade do ortopedista. A diferença entre esses dois profissionais costuma ser a primeira dúvida das pessoas.

O ortopedista trata os problemas relacionados a questões mecânicas dos ossos e das articulações, como fraturas, luxações, rompimento de ligamentos. Já o reumatologista cuida dos problemas inflamatórios das articulações e dos tecidos que estão a sua volta.

Outra diferença é que a ortopedia trata também de questões cirúrgicas, enquanto a reumatologia é só clínica. Para se tornar reumatologista, o profissional deve se graduar em medicina e depois fazer residência médica na área por 2 anos. Para diagnosticar as doenças tratadas pelo reumatologista, o médico pode solicitar diferentes exames como: biópsia, exames de sangue, ultrassom, tomografia e ressonância magnética.

Onde se localiza a dor na coluna?

Má postura, inflamação ou mesmo hérnia de disco. As causas variam, mas trazem como conseqüência a famosa lombalgia, ou dor nas costas, que prejudica seu dia-a-dia e sua qualidade de vida. Saiba como evitar esse problema e viver muito melhor. O que é lombalgia? É quando uma pessoa tem dor na região lombar, ou seja, na região mais baixa da coluna perto da bacia.

  1. É também conhecida como “lumbago”, “dor nas costas”, “dor nos rins” ou “dor nos quartos”;
  2. Não é uma doença;
  3. É um tipo de dor que pode ter diferentes causas, algumas complexas, porém, na maioria das vezes o problema não é sério;
You might be interested:  Que Toda Dor Se Transforme Em Amor?

Algumas vezes a dor se irradia para as pernas com ou sem dormência. O que causa a lombagia? Freqüentemente o problema é postural, isto é, causado por uma má posição para sentar, para se deitar, para se abaixar no chão ou para carregar algum objeto pesado.

Outras vezes pode ser causada por inflamação, infecção, hérnia de disco, escorregamento de vértebra, artrose (processo degenerativo de uma articulação) e até emocional. Como é a lombalgia? De duas maneiras: aguda e crônica.

A forma aguda é o “mau jeito”. A dor é forte e aparece subitamente depois de um esforço físico. Ocorre na população mais jovem. A forma crônica geralmente acontece entre os mais velhos; a dor não é tão intensa, porém é quase permanente. É importante fazer exames como a ressonância magnética? Não.

Mais de 90% das vezes o diagnóstico e a causa são estabelecidos com uma boa conversa com o paciente e com um exame físico bem feito. Em caso de dúvida, o passo seguinte é a radiografia simples. E a densitometria? É um exame usado em osteoporose, porém osteoporose não provoca dor.

O que dói é a fratura espontânea de uma vértebra enfraquecida pela osteoporose. Portanto, na maioria das vezes, a densitometria não é necessária nos casos de lombalgia. Ginástica faz bem? Na crise aguda o exercício está totalmente contra indicado. Deve-se fazer repouso absoluto, deitado na cama.

Uma alternativa é deitar de lado em posição fetal (com as pernas encolhidas). Não estão indicados na fase aguda: tração, manipulação, RPG, cinesioterapia, alongamento nem massagem. Que remédios são indicados na crise de lombalgia aguda? Os analgésicos e os antiinflamatórios podem ser usados.

Sedativos são úteis para ajudar a manter o paciente em repouso no leito. Existem outras substâncias muito usadas, porém sem nenhuma eficácia científica comprovada, tais como: vitamina B12, cortisona, cálcio, gelatina de peixe, casca de ovo, casca de ostra, geléia de tubarão, unha do diabo; nenhuma delas tem efeito comprovado! Nota-se que, quanto mais bem feito o repouso, menos medicamentos são necessários.

  1. Obviamente, deve-se tratar a causa da lombalgia;
  2. Hérnia de disco tem de ser operada? Não;
  3. Quase todos os casos regridem com repouso no leito, sem necessidade de cirurgia;
  4. Assim, a hérnia murcha e deixa de comprimir estruturas importantes, como os nervos;

O tratamento cirúrgico está indicado apenas nos 10% dos casos em que a crise não passa entre 3 a 6 semanas, ou em pacientes que têm crises repetidas em curto espaço de tempo ou quando existem alterações esfincterianas (perda de controle para urinar e defecar).

  1. Lombalgia na criança e no adolescente é importante? Sim, muito importante;
  2. Enquanto no adulto a maioria das lombalgias tem causas e tratamentos simples, a dor lombar no adolescente é incomum e de causas que devem ser investigadas cuidadosamente pelo médico ortopedista;

10. Como evitar que uma lombalgia aguda se torne crônica? Muitos fatores são importantes. A correção postural, principalmente na maneira de sentar no trabalho e na escola. Na fase aguda a ginástica não é indicada, porém, após o final da crise, a prática regular de exercícios físicos apropriados é importante.

Quando fizer exercício com pesos na ginástica, proteja a coluna deitando ou sentando com apoio nas costas. Sempre evitar carregar peso. Não permanecer curvado por muito tempo. Quando se abaixar no chão deve-se dobrar os joelhos e não dobrar a coluna.

Evitar usar colchão mole demais ou excessivamente duro, principalmente se o indivíduo é muito magro. Para outros esclarecimentos, consulte o seu médico ortopedista. IMPORTANTE: Somente médicos e cirurgiões-dentistas devidamente habilitados podem diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios.

Quais são os tipos de dores nas costas?

Quais são as doenças que causam dor nas costas?

Quando a pessoa sente muita dor nas costas?

Suas causas são diversas, tais como fadiga, tensão, estresse, atividade física em excesso, má postura, movimentos repetitivos e pancadas na região. Em muitos casos, a dor é sentida na parte superior das costas, levando ainda a um quadro de torcicolo.

Como saber se a dor nas costas e no pulmão?

O que causa dor nas costas ao respirar? – Dor Nas Costas Que Medico Procurar Dor nas costas ao respirar pode estar ligada ao pulmão. A principal causa de dor nas costas ao respirar é algum problema ligado ao pulmão. Assim, o paciente deve ficar atento ao surgimento de outros sintomas, como cansaço excessivo ou surgimento de febre. Com o surgimento da pandemia do novo coronavírus, a dificuldade de respirar, causada por comprometimento pulmonar, também deve ser algo que demanda atenção.

Agendar sua Avaliação Nesses casos, o paciente deve buscar atendimento médico de urgência. De fato, a dificuldade de respirar pode indicar diminuição da oximetria, que é a quantidade de oxigênio no sangue, em virtude do comprometimento pulmonar.

Assim, o paciente necessitará de oxigênio, para ajudar a aliviar os pulmões. Mas há outras causas de dor nas costas ao respirar, que não envolvem infecções ou pulmões, embora sejam mais raras. Vamos ver as principais causas de dor nas costas ao respirar.

You might be interested:  O Que É Dor Difusa?

Onde e o meio das costas?

Dor no meio das costas é uma dor ou desconforto bastante comum. Essa região da coluna torácica se estende da base do pescoço até o fundo da região torácica, logo abaixo do esterno.

Como aliviar a dor nas costas em 5 minutos?

2. Que MÉDICO procurar quando estou com DOR NAS COSTAS? | Hugo Oliveira

Dores nas costas são queixas comuns para pessoas que trabalham sentadas ou em pé o dia inteiro. A tensão muscular é a causa de grande parte dos problemas , mas exercícios de alongamento que podem ser feitos até no escritório ajudam a relaxar e a melhorar a circulação sanguínea, combatendo a fadiga muscular e o cansaço. Para dor nas costas e nos ombros Para alongar as costas e os ombros e, assim, aliviar a tensão e relaxar a musculatura, é indicado:

  1. Levantar os dois braços para cima, entrelaçando os dedos. Em seguida, esticar as costas. O ideal é ficar parado nesta posição durante 30 segundos.
  2. A partir dessa posição, incline o tronco para o lado direito e fique parado nesta nova posição durante 30 segundos, e depois repita para o lado esquerdo.
  3. De pé, incline o corpo para frente sem dobrar os joelhos e, com as pernas ligeiramente afastadas, fique parado durante outros 30 segundos.

Ter uma compressa de gel que pode ser aquecida no micro-ondas ajuda quem sofre com dor nas costas e nos ombros porque passa muito tempo sentado no computador ou fica de pé, parado na mesma posição, por muito tempo. Também é possível fazer uma compressa caseira colocando um pouco de arroz dentro de uma meia. Sempre que precisar, é só esquentá-la no micro-ondas de 3 a 5 minutos e colocar na região dolorida, deixando atuar por cerca de 10 minutos. O calor da compressa irá aumentar a circulação sanguínea no local, aliviando a dor e a tensão dos músculos, trazendo alívio para os sintomas.

  1. Esses exercícios devem ser feitos por 5 minutos, uma ou duas vezes por dia;
  2. Dependendo do tipo, o exercício pode ser realizado em pé ou sentado, e, para que se tenha o resultado esperado, é indicado que cada posição seja mantida de 30 segundos a 1 minuto;

Para evitar e tratar a tendinite no punho A tendinite no punho acontece como consequência do movimento repetitivo, que leva à inflamação da articulação. Para evitá-la, há alguns exercícios, como:

  1. De pé ou sentado, cruze um dos braços na frente do corpo e, com a ajuda do outro, realize pressão no cotovelo enquanto sente os músculos do braço esticarem. Permaneça nesta posição por 30 segundos, depois faça o mesmo alongamento com o outro braço.
  2. Estique um braço para frente e, com a ajuda da outra mão, levante a palma da mão para cima, esticando os dedos para trás até que você sinta os músculos do antebraço alongando. Fique parado nesta posição durante 30 segundos, depois repita o mesmo alongamento com o outro braço.
  3. Na mesma posição do exercício anterior, agora volte a palma da mão para baixo, empurre os dedos e mantenha esta posição durante 30 segundos. Em seguida, faça o mesmo com o outro braço.

Quem sofre de tendinite deve optar por colocar compressas frias no local da dor, deixando-as atuar de 5 a 15 minutos. É importante envolver a compressa em um tecido fino para não queimar a pele. Em poucos minutos, o frio irá diminuir a inflamação e a dor causada pela tendinite. Para melhorar a circulação nas pernas No caso das pessoas que trabalham muito tempo sentadas, é importante levantar de vez em quando e fazer alguns exercícios de alongamento para favorecer a circulação sanguínea:

  1. De pé, com as pernas juntas uma ao lado da outra, puxe o tornozelo em direção aos glúteos e segure a posição por cerca de 30 segundos, para alongar a parte da frente da coxa. Em seguida, faça o mesmo exercício com a outra perna.
  2. Agache e estique para o lado apenas uma das pernas, mantendo o dedão do pé voltado para cima, para sentir a parte de trás e do meio da coxa alongando. Fique parado nessa posição por 30 segundos, depois faça o mesmo com a outra perna.

Esses exercícios são ótimos para ajudar a relaxar, aliviar as dores musculares e melhorar a circulação sanguínea, sendo indicados para todas as pessoas que trabalham sentadas ou de pé. Além desses alongamentos, outras dicas importantes são evitar levantar objetos pesados de forma inadequada e sentar-se corretamente, mantendo a coluna ereta para evitar contraturas e torções musculares. Quem trabalha muito tempo de pé precisa ter o cuidado de andar alguns minutos a cada hora para evitar dor nos pés, nas costas e até mesmo inchaço nos tornozelos.

Como saber se estou com dor nos rins ou na coluna?

A dor que tem origem nos rins é mais aguda, forte, constante e aparece repentinamente, principalmente quando se trata de pedra nos rins. Já a dor nas costas pode variar de leve a grave, sendo caracterizada por pontadas, sensação de queimação ou perfuração.

Onde se localiza a dor na coluna?

Má postura, inflamação ou mesmo hérnia de disco. As causas variam, mas trazem como conseqüência a famosa lombalgia, ou dor nas costas, que prejudica seu dia-a-dia e sua qualidade de vida. Saiba como evitar esse problema e viver muito melhor. O que é lombalgia? É quando uma pessoa tem dor na região lombar, ou seja, na região mais baixa da coluna perto da bacia.

You might be interested:  O Que Bom Para Dor De Ouvido?

É também conhecida como “lumbago”, “dor nas costas”, “dor nos rins” ou “dor nos quartos”. Não é uma doença. É um tipo de dor que pode ter diferentes causas, algumas complexas, porém, na maioria das vezes o problema não é sério.

Algumas vezes a dor se irradia para as pernas com ou sem dormência. O que causa a lombagia? Freqüentemente o problema é postural, isto é, causado por uma má posição para sentar, para se deitar, para se abaixar no chão ou para carregar algum objeto pesado.

  • Outras vezes pode ser causada por inflamação, infecção, hérnia de disco, escorregamento de vértebra, artrose (processo degenerativo de uma articulação) e até emocional;
  • Como é a lombalgia? De duas maneiras: aguda e crônica;

A forma aguda é o “mau jeito”. A dor é forte e aparece subitamente depois de um esforço físico. Ocorre na população mais jovem. A forma crônica geralmente acontece entre os mais velhos; a dor não é tão intensa, porém é quase permanente. É importante fazer exames como a ressonância magnética? Não.

Mais de 90% das vezes o diagnóstico e a causa são estabelecidos com uma boa conversa com o paciente e com um exame físico bem feito. Em caso de dúvida, o passo seguinte é a radiografia simples. E a densitometria? É um exame usado em osteoporose, porém osteoporose não provoca dor.

O que dói é a fratura espontânea de uma vértebra enfraquecida pela osteoporose. Portanto, na maioria das vezes, a densitometria não é necessária nos casos de lombalgia. Ginástica faz bem? Na crise aguda o exercício está totalmente contra indicado. Deve-se fazer repouso absoluto, deitado na cama.

Uma alternativa é deitar de lado em posição fetal (com as pernas encolhidas). Não estão indicados na fase aguda: tração, manipulação, RPG, cinesioterapia, alongamento nem massagem. Que remédios são indicados na crise de lombalgia aguda? Os analgésicos e os antiinflamatórios podem ser usados.

Sedativos são úteis para ajudar a manter o paciente em repouso no leito. Existem outras substâncias muito usadas, porém sem nenhuma eficácia científica comprovada, tais como: vitamina B12, cortisona, cálcio, gelatina de peixe, casca de ovo, casca de ostra, geléia de tubarão, unha do diabo; nenhuma delas tem efeito comprovado! Nota-se que, quanto mais bem feito o repouso, menos medicamentos são necessários.

Obviamente, deve-se tratar a causa da lombalgia. Hérnia de disco tem de ser operada? Não. Quase todos os casos regridem com repouso no leito, sem necessidade de cirurgia. Assim, a hérnia murcha e deixa de comprimir estruturas importantes, como os nervos.

O tratamento cirúrgico está indicado apenas nos 10% dos casos em que a crise não passa entre 3 a 6 semanas, ou em pacientes que têm crises repetidas em curto espaço de tempo ou quando existem alterações esfincterianas (perda de controle para urinar e defecar).

Lombalgia na criança e no adolescente é importante? Sim, muito importante. Enquanto no adulto a maioria das lombalgias tem causas e tratamentos simples, a dor lombar no adolescente é incomum e de causas que devem ser investigadas cuidadosamente pelo médico ortopedista.

10. Como evitar que uma lombalgia aguda se torne crônica? Muitos fatores são importantes. A correção postural, principalmente na maneira de sentar no trabalho e na escola. Na fase aguda a ginástica não é indicada, porém, após o final da crise, a prática regular de exercícios físicos apropriados é importante.

  1. Quando fizer exercício com pesos na ginástica, proteja a coluna deitando ou sentando com apoio nas costas;
  2. Sempre evitar carregar peso;
  3. Não permanecer curvado por muito tempo;
  4. Quando se abaixar no chão deve-se dobrar os joelhos e não dobrar a coluna;

Evitar usar colchão mole demais ou excessivamente duro, principalmente se o indivíduo é muito magro. Para outros esclarecimentos, consulte o seu médico ortopedista. IMPORTANTE: Somente médicos e cirurgiões-dentistas devidamente habilitados podem diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios.

Qual o médico que cuida de dores musculares?

O que faz um reumatologista? – O médico reumatologista é o especialista em tratar doenças do sistema musculoesquelético que não sejam traumáticas ou tumorais, que são de responsabilidade do ortopedista. A diferença entre esses dois profissionais costuma ser a primeira dúvida das pessoas.

  1. O ortopedista trata os problemas relacionados a questões mecânicas dos ossos e das articulações, como fraturas, luxações, rompimento de ligamentos;
  2. Já o reumatologista cuida dos problemas inflamatórios das articulações e dos tecidos que estão a sua volta;

Outra diferença é que a ortopedia trata também de questões cirúrgicas, enquanto a reumatologia é só clínica. Para se tornar reumatologista, o profissional deve se graduar em medicina e depois fazer residência médica na área por 2 anos. Para diagnosticar as doenças tratadas pelo reumatologista, o médico pode solicitar diferentes exames como: biópsia, exames de sangue, ultrassom, tomografia e ressonância magnética.

0
Adblock
detector