O Que Quer Dizer Dor Na Nuca?

O Que Quer Dizer Dor Na Nuca
O que pode ser dor na parte de trás da cabeça? – Dor na nuca pode indicar má postura A má postura é uma razão importante para o surgimento da dor na parte de trás da cabeça. Isso acontece porque os desvios posturais provocam sobrecarga e tensão muscular, originando nódulos sensíveis que irradiam dor.

O que pode causar dor na nuca?

​A dor na nuca normalmente é causada por excesso de tensão muscular, principalmente devido a má postura ou situações de estresse e ansiedade. É comum que surja também a sensação de pescoço rígido e que dor possa se espalhar para ambos os lados da nuca.

Como saber se a dor na nuca é pressão alta?

Quais são os outros sinais do corpo de que a pressão está elevada? – Descobrir os outros sinais de pressão alta, além da dor na nuca, é importante para você encontrar o tratamento adequado. Normalmente, a dor que começa na nuca e irradia para a testa, além da sensação de peso na cabeça concomitantemente à visão turva ou embaçada, costuma ser sinal de hipertensão arterial.

  • Atualmente, podemos contar com aparelhos digitais pessoais para aferir a pressão arterial em casa mesmo;
  • Eles são úteis tanto para quem tem elevação esporádica da pressão quanto para quem já tem vários episódios de hipertensão — e para diferenciar a pressão alta da baixa;

Para interpretar os números da pressão arterial , o parâmetro utilizado no Brasil para caracterizar a hipertensão é o valor igual ou acima de 140/90 mmHg (a popular pressão 14 por 9). O valor considerado normal é 120/80 mmHg, sendo essa a pressão ideal.

O que pode ser dor na parte de trás da cabeça?

A dor na nuca é uma das principais causas de incapacitação em diversos países, podendo afetar o bem-estar físico, social e psicológico dos indivíduos. Este sintoma é mais persistente em pacientes com histórico de dor nas costas ou de hérnia de disco. Apesar disso, geralmente, essa dor na parte de trás da cabeça não indica nenhuma condição grave.

Mas, então, o que pode ocasionar dor na nuca? Confira os principais motivos! 1 2 Dor na nuca pode indicar má postura A má postura é uma razão importante para o surgimento da dor na parte de trás da cabeça.

Isso acontece porque os desvios posturais provocam sobrecarga e tensão muscular, originando nódulos sensíveis que irradiam dor. Essa rigidez na região cervical, área que inclui nuca, pescoço e parte superior dos ombros, também pode causar dor de cabeça na nuca, o que define a chamada dor de cabeça de tensão.

2 3 4 5 Diante disso, é possível destacar o uso excessivo de dispositivos móveis, como o celular, como um fator de risco para o desenvolvimento de dor na nuca, pois essa atividade implica na flexão prolongada do pescoço.

6 Dor na parte de trás da cabeça causada por movimentos repetitivos A dor na nuca também pode surgir em decorrência de uma lesão por movimentos repetitivos. Esse tipo de dano ocorre quando os músculos são forçados com a realização de esforços recorrentes, seja por um exercício físico intenso ou devido às funções no trabalho.

  1. Nessas situações, não existe tempo suficiente para que haja a regeneração muscular, o que resulta na lesão dos músculos e na consequente sensação de dor na parte de trás da cabeça;
  2. 7 8 9 O estresse é um dos gatilhos para dor cervical Outro fator que provoca o aumento da tensão muscular e a dor na nuca é o estresse, que reduz o fluxo sanguíneo do corpo;

Isso pôde ser observado em pesquisas que estudaram a elevada incidência de dor cervical em trabalhadores submetidos ao estresse ocupacional. 10 11 12 Nesse cenário, a prática de alongamento pode ajudar, já que além de fortalecer a musculatura, prevenindo a dor, essa atividade estimula a circulação sanguínea até mesmo do cérebro, auxiliando na redução dos níveis de estresse.

O que fazer quando está com dor na nuca?

Quais são os remédios mais indicados para dores na nuca? – O melhor tratamento para a sua dor na nuca pode ser indicado por um médico, que avaliará a causa e os sintomas associados. Confira alguns medicamentos indicados para aliviar a dor na nuca: 

  • Furosemida : é indicado para o tratamento da hipertensão leve a moderada, por isso auxilia no alívio da dor na nuca causada pela pressão alta.
  • Espironolactona : indicado para hipertensão, ele também auxilia no alívio das dores na nuca causadas pela elevação da pressão.
  • Paracetamol : auxilia na redução da febre e no alívio de dores leves a moderadas, associadas a dores de cabeça , na nuca, no corpo, nas costas, nos dentes, musculares , entre outras.

Leia também: Grávida pode tomar Paracetamol? Tudo que você precisa saber Ibuprofeno : indicado para o alívio de dores leves a moderadas, o Ibuprofeno é um analgésico e anti-inflamatório que auxilia no alívio das dores na nuca, bem como dores de garganta, musculares, de cabeça, de dentes, entre outras. O Que Quer Dizer Dor Na Nuca.

Como aliviar a tensão na nuca?

Alongamentos – Alongamentos que envolvem o pescoço relaxam os músculos e reduzem a dor e a tensão. Por consequência, é possível aliviar as dores de cabeça e o desconforto que atinge a  coluna  e os ombros. Incline o pescoço de lado como se fosse apoiá-lo no lado esquerdo.

  1. Mantenha a posição por 1 minuto, relaxe e faça o mesmo para o lado direito;
  2. Depois, respire fundo e tombe a cabeça para trás;
  3. Fique assim por 1 minuto;
  4. Por último, tente encostar o queixo no peito, de modo que a nuca fique bem esticada;

Segure por 1 minuto. Os alongamentos não devem trazer incômodo, apenas a sensação de que os músculos estão sendo repuxados. Caso sinta alguma dor mais forte ou formigamento, não repita os exercícios e procure um médico.

Onde é a dor de cabeça do AVC?

Prevenção: Enxaqueca x AVC – Estudos em grandes populações mostram que pessoas que sofrem de enxaqueca têm risco aumentado de Acidente Vascular Cerebral. Dessa forma, pacientes que sofrem com este problema devem evitar e tratar com atenção os fatores de risco para doença vascular como a hipertensão arterial, o tabagismo, o diabetes e a obesidade.

  1. “Diferente do que muitos pensam, na maioria dos casos, o AVC isquêmico não provoca dores na cabeça;
  2. Seus principais sintomas estão relacionados com dificuldades motoras repentinas, perda de sensibilidade, paralisia de um lado do corpo e dificuldades para falar;
You might be interested:  Qual Remédio Tomar Para Dor De Garganta?

No caso de algum desses sintomas, procure imediatamente o serviço médico de emergência mais próximo” – Dr. Érico Brea Winckler, Neurologista (CRM/SC 20266 – RQE 14866).

Onde dói a cabeça na pressão alta?

‘A hipertensão pode causar dor de cabeça, chamada de cefaleia. A dor descrita como dor na nuca, tecnicamente chamada de cefaleia occipital, também se enquadra como formas de apresentação da cefaleia.

Qual o médico para dor na nuca?

O surgimento de dor na nuca – assim como qualquer outro sinal de mudança no corpo – deve ser visto com atenção. Por isso, quando ocorrer, em vez de se medicar, busque orientação médica para compreender o real motivo da dor e evitar complicações de saúde.

  1. Para entender as principais razões que levam a esse tipo de incômodo, a Dra;
  2. Carolina Therezo Galliano, neurologista da equipe do pronto atendimento e responsável pelo Ambulatório de Cefaleia e Dor do Hospital Santa Paula, fala sobre o assunto, a seguir;

O que pode ser uma dor na nuca? De acordo com a Dra. Carolina Galliano: “A dor na nuca nem sempre é indício de uma doença e pode até não apresentar risco, mas também pode estar presente em algumas emergências, com gravidade e urgência no tratamento. Receber orientação médica é a ação correta quando o assunto é o cuidado com a saúde.

” Conheça os motivos mais comuns que causam esse quadro. ▪ Pressão alta – quando a pressão arterial está elevada, podem ocorrer dor de cabeça em peso e na região da nuca, alteração da visão e disfunções renais nos casos mais graves.

A hipertensão é uma doença crônica que faz com que a pressão chegue ou ultrapasse o valor de 140/90 mmHg, ou seja, 14 por 9. O tratamento é primordial para mantê-la em níveis seguros. ▪ Aneurisma – é a dilatação de um vaso sanguíneo no cérebro, que pode romper e causar um AVC hemorrágico.

De maneira geral, o aneurisma íntegro não gera sintomas e, por vezes, é encontrado de forma acidental em exames de imagem. Ao se romper, ocorre o AVC hemorrágico e a dor de cabeça provocada por ele é súbita e de forte intensidade, chegando a ser incapacitante.

A avaliação imediata por um neurologista em um serviço de emergência é primordial. ▪ Torcicolo – problemas musculares, como o torcicolo, são causas frequentes que provocam dor na nuca. Eles podem surgir depois da prática intensa de atividades físicas ou de má postura, durante o dia ou ao dormir.

▪ Má postura – este é um dos motivos mais correntes que geram dores na nuca nos dias de hoje. Geralmente desencadeada pela falta de ergonomia dos móveis de trabalho, com cadeiras em alturas inadequadas, falta de apoio para os braços e as pernas para os que trabalham por longas horas sentados à frente do computador, ou pela sobrecarga indevida da musculatura que mantém os braços elevados e a cabeça na posição correta.

Como acontece com costureiros, que trabalham horas com a cabeça inclinada para a frente, olhando para baixo, e cozinheiros, que passam grande parte do dia com os braços esticados à frente do corpo. Outro fator do qual não podemos nos esquecer hoje e que acomete cada vez mais pessoas jovens é o uso excessivo do celular como meio de leitura, que mantém a cabeça pendente para baixo por horas a fio.

▪ Artrose –  é uma doença degenerativa que afeta as cartilagens das articulações, incluindo as do pescoço, podendo ser responsável por dores frequentes na nuca ao longo do dia. É mais comum nos idosos, mas pode acometer pessoas jovens também.

▪ Estresse e ansiedade – a tensão muscular também pode ser provocada pela ansiedade e pelo estresse, desencadeando dores nos músculos na região da nuca. O estresse, além de emocional, também pode ser físico, provocado por atividades físicas executadas de forma inadequada, trabalho excessivo e noites maldormidas.

  1. ▪ Meningite – é causada por processos infecciosos – em geral vírus e bactérias –, com alto potencial de gravidade;
  2. Provoca dor de cabeça de difícil controle e dor na nuca intensa;
  3. Geralmente a dor piora ao flexionar a cabeça para baixo;

Com frequência, a condição está associada a cansaço físico excessivo e prostração, náuseas, vômitos e febre, segundo a Classificação Internacional das Cefaleias (ICHD-III). Busque a avaliação médica de um neurologista em um serviço de emergência imediatamente na presença desses sintomas.

Quando me preocupar com a dor na nuca? Como mencionamos anteriormente, há diversos gatilhos que acionam a dor na nuca, e muitas causas não apresentam gravidade, mas também ocorrem em situações de emergência, sendo, então, um sintoma que merece plena atenção.

Quando associada a causas mecânicas, posturas inadequadas ou artroses, por exemplo, ou quando se dá pelo estresse, a dor na região da nuca possui grande chance de evoluir para um processo de dor crônica se não tratada de forma adequada o quanto antes.

Nos casos em que o desconforto surge de forma abrupta e inesperada, com forte intensidade ou baixa resposta a analgésicos, a avaliação deve ser imediata e ser feita por um neurologista, a fim de afastar ou confirmar diagnósticos como AVC hemorrágico, processos infecciosos como meningite e até mesmo Covid-19.

Quando a dor de cabeça pode ser de estresse? O estresse é responsável pela liberação de hormônios que aumentam a frequência cardíaca e a pressão arterial. Isso pode provocar dor na nuca e dor de cabeça. O estresse também gera, com muita frequência, contratura muscular na região próxima ao pescoço e aos ombros.

Essa dor muscular pode se estender até a região posterior da cabeça e provocar dor intensa da região da nuca. Quando esse sintoma acontece de forma recorrente, é necessário avaliar se há sobrecarga excessiva desencadeando estresse.

Avalie o ambiente no qual você passa mais tempo e perceba como você está lidando com situações exaustivas. Se não conseguir resolver a questão ou mudar a rotina, busque ajuda para orientação. Sua saúde importa muito! Dor na nuca pode ser sintoma de Covid-19? Segundo a especialista, a dor de cabeça é o sintoma neurológico mais prevalente nos pacientes diagnosticados com Covid-19.

Essa dor pode variar e acometer a região frontal, bilateral ou de um lado só; pode se dar atrás dos olhos e na região posterior da cabeça, próximo à nuca. A Covid-19 pode desencadear também, com menor frequência, um quadro de meningoencefalite, com sintomas semelhantes aos da meningite e dor na nuca.

You might be interested:  Qual Melhor Remedio Para Dor No Corpo?

Essa situação deve ser conduzida e tratada em hospital, sob os cuidados da equipe de neurologia. Que médico procurar e quando? A dor na nuca pode não ter gravidade e costuma ser passageira, mas se o sintoma é persistente ou se ocorre de forma inesperada e com dor intensa, pode indicar algo mais grave.

Nesse momento, procure um médico neurologista para avaliação e tratamento adequados. O Hospital Santa Paula conta com o Instituto de Neurologia, um centro de excelência com equipes especializadas e estrutura moderna para o tratamento de doenças e distúrbios neurológicos.

Possui ambulatórios especializados em AVC, cefaleias e dor, toxina botulínica, neuroimunologia e neurologia geral, além de um centro de infusão para tratamento de doenças neuroimunológicas e pronto atendimento para emergências.

Onde fica a nuca de uma pessoa?

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Esta página ou seção foi marcada para revisão devido a incoerências ou dados de confiabilidade duvidosa. Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e melhore a coerência e o rigor deste artigo. Considere colocar uma explicação mais detalhada na discussão.
Nuca

O termo nuca se refere à parte de trás do pescoço de diversos animais. Anatomicamente, nos seres humanos, refere-se à região inferoposterior da cabeça que corresponde à vértebra cervical chamada de atlas .

O que pode ser tontura e dor na nuca?

Pressão alta pode ter relação com dor na nuca e tontura Existem indícios da dor na nuca sendo uma consequência da pressão alta e até mesmo uma possível causa, geralmente em associação à sensação de tontura e vertigem.

Como e a dor no pescoço de infarto?

Sintomas de infarto em homens – Dor torácica: um dos sintomas mais comuns em homens, pode ocorrer no centro do peito ou no sentido direita-esquerda. Vem acompanhada por sensação de pressão forte. Dor nos braços: os braços, ombros e cotovelos podem ficar doloridos, bem como o pescoço e até mesmo as costas.

  • Fadiga: cansaço excessivo sem explicação pode ser anúncio de que um infarto está prestes a acontecer;
  • Tosse: a tosse acontece pelo acúmulo de fluidos nos pulmões e também pode sinalizar a condição;
  • Batimentos cardíacos rápidos e irregulares: também são sinais conhecidos de infarto, principalmente se forem acompanhados de fraqueza, tontura e dificuldades para respirar;

Suor frio: acontece de forma repentina sem nada que explique o seu surgimento. Inchaço: pés, tornozelos, abdômen e pernas inchados podem ser alertas de risco para um infarto. Dificuldade para respirar e falta de ar: distúrbios respiratórios também ser prenúncios do problema.

Quando a dor no pescoço e preocupante?

Má postura e exercícios feitos de maneira errada são as principais causas de dor no pescoço. Entenda – O pescoço é composto de vértebras que se estendem do crânio até a parte superior do tronco. Os ossos, ligamentos e músculos do pescoço apoiam a cabeça e permitem seu movimento.

  1. Qualquer anormalidade, inflamação ou lesão pode causar rigidez ou dor no pescoço;
  2. É comum ter dor ou sentir uma rigidez no pescoço de vez em quando;
  3. Em muitos casos, isso se deve à má postura ou uso excessivo;

Às vezes, a dor no pescoço é causada por lesões causadas por uma queda, esportes de contato ou movimentos bruscos. Na maioria das vezes, a dor no pescoço não é uma condição séria e costuma passar dentro de alguns dias. Mas, em alguns casos, a dor no pescoço pode indicar ferimentos ou doenças graves e exigir cuidados médicos.

Quando se preocupar com a dor no pescoço?

O QUE PODE SER UMA DOR DE CABEÇA NA NUCA ? É grave ?

Por Chris Woolston – O pescoço e a região lombar encontram-se em extremidades opostas da coluna vertebral, mas têm muito em comum. Ambos suportam cargas pesadas e ambos tendem a doer. De acordo com um relatório do Annals of Internal Medicine, cerca de 13% dos adultos americanos sofrem de dor no pescoço em um dado momento.

  • Metade de todos os adultos pode pelo menos lembrar de uma ocasião em que o pescoço deles estava dolorido e duro;
  • Como dor nas costas, a dor no pescoço pode ser extremamente frustrante;
  • Ele tende a aparecer rapidamente e vai embora devagar;

Essa é também a boa notícia: para a maioria das pessoas, ela desaparece. Tudo o que costuma acontecer é um pouco de autocuidado, muita paciência e, talvez, alguma ajuda de um médico. O que causa dor no pescoço? Os músculos e ligamentos do pescoço são fortes e flexíveis, mas eles têm seus limites.

Se você tiver má postura ou esticar demais o pescoço ou torcê-lo muito rápido, pode desenvolver entorses ou distensões dolorosas: pequenos ferimentos nos músculos e ligamentos. Se a sua dor piorar durante a manhã, você pode estar forçando o pescoço enquanto dorme.

Entorses e distensões também são muito comuns após quedas e acidentes de carro. Artrite é outra causa comum de dor no pescoço. Tanto a artrite reumatóide como a osteoartrite podem danificar as articulações do pescoço, causando dor e rigidez. Tal como acontece com dor nas costas, alguns casos de dor no pescoço podem ser rastreados para os discos que amortecem as articulações entre as vértebras.

  1. Os discos no pescoço podem desgastar-se com a idade, sobrecarregando as articulações;
  2. E, como os discos na região lombar, os discos no pescoço podem ficar com hérnia ou “ruptura”;
  3. O centro gelatinoso pode vazar do disco e pressionar um nervo, causando dor no pescoço;

Muito raramente, a dor no pescoço é um sintoma de uma doença fatal, como meningite (uma infecção cerebral) ou câncer. O que posso fazer em relação à dor no pescoço? Na maioria dos casos, o tempo é o melhor remédio para a dor no pescoço. Se você puder evitar esticar ainda mais o pescoço, a dor deve desaparecer gradativamente.

  • Seja paciente: De acordo com os Institutos Nacionais de Saúde, o processo de cicatrização pode levar até várias semanas;
  • Os analgésicos de venda livre, como a aspirina ou o ibuprofeno, podem tornar a espera muito mais suportável;

Você também pode tentar soltar os músculos tensos com um banho quente ou uma almofada de aquecimento. Se o pescoço doer de manhã, um colchão firme e um travesseiro liso (ou nenhum travesseiro) podem ajudar a aliviar a velocidade e evitar problemas futuros.

Quando devo ligar para o médico? Se você tiver dor de garganta grave após uma lesão, como uma queda ou acidente de carro, alguém deve chamar uma ambulância imediatamente. Seu pescoço deve ser imobilizado por um técnico de emergência e você deve procurar atendimento médico de emergência.

You might be interested:  Dor Na Cirurgia Quando Chove?

Em casos mais rotineiros, você deve procurar atendimento médico quando a dor no pescoço for grave e implacável, ou se durar mais de uma semana. Você também deve procurar ajuda imediata se tiver glândulas do pescoço doloridas ou inchadas; dor que não responde a analgésicos de venda livre; dor, dormência, formigamento ou fraqueza em uma ou ambas as mãos ou braços; ou uma mudança nos hábitos da bexiga ou do intestino.

Finalmente, procure ajuda médica imediatamente se o pescoço estiver extremamente rígido, você não puder tocar o queixo no peito e tiver febre e dor de cabeça intensa. Esses sintomas são as marcas da meningite.

O que um médico pode fazer para tratar a dor no pescoço? O primeiro trabalho de um médico é descobrir a fonte da dor. Aqui estão algumas das perguntas que ele pode fazer:

  • É uma distensão muscular? Em caso afirmativo, é devido a músculos cronicamente tensos nas costas ou pescoço, como resultado de estresse, má postura ou trauma?
  • Está relacionado com uma lesão óssea? (Em caso afirmativo, pergunte ao seu médico se você precisa obter raios-x. )
  • Há dor ou dormência nos braços ou em outras partes do corpo? Em caso afirmativo, seu médico decidirá se você precisa de uma ressonância magnética para excluir o impacto do nervo, ou se um colarinho suave e agentes antiinflamatórios valeria a pena tentar a curto prazo para ver se o pescoço melhorou sozinho.
  • Você tem alguma alergia a medicamentos anti-inflamatórios ou relaxantes musculares? Se a sua dor no pescoço parece ser um simples caso de esforço excessivo, o seu médico irá aconselhá-lo a mover o pescoço o mínimo possível até a dor desaparecer. Você pode precisar usar um colar cervical por um tempo para manter o pescoço imóvel. Seu médico também pode prescrever analgésicos prescritos ou relaxantes musculares.

Em casos muito raros, se você tiver outros sintomas que levantam bandeiras vermelhas, seu médico pode suspeitar de uma doença sistêmica, como meningite ou um tumor na coluna vertebral. E quanto à dor crônica no pescoço? A dor crônica no pescoço exige uma abordagem diferente. De acordo com a Academia Americana de Cirurgiões Ortopédicos, o movimento – não o repouso – geralmente é o melhor remédio para a dor persistente no pescoço. Seu médico ou fisioterapeuta pode recomendar exercícios específicos para ajudar a manter seu pescoço forte e flexível.

  1. Exercício pode ser especialmente valioso para pessoas com artrite;
  2. Um número muito pequeno de pessoas precisa de cirurgia para aliviar a dor no pescoço;
  3. Se uma hérnia de disco no pescoço estiver causando dano aos nervos, o cirurgião pode precisar remover parte do disco para aliviar a pressão nos seus nervos;

Existem tratamentos alternativos para dores no pescoço? Quando a medicina tradicional não pode oferecer respostas rápidas à dor, muitas pessoas procuram alívio em outro lugar. Não é surpresa que milhões de americanos com dor no pescoço tenham procurado ajuda de acupunturistas ou massoterapeutas.

Para alguns, pode ter sido o movimento certo. Um estudo publicado no British Medical Journal descobriu que cinco sessões de acupuntura trouxeram alívio mais imediato para pacientes com dor no pescoço do que cinco sessões de massagem.

O efeito foi passageiro, no entanto: três meses depois, os pacientes que receberam acupuntura não estavam em melhor situação do que os outros pacientes. Revisões posteriores de estudos clínicos encontraram resultados semelhantes: a acupuntura parece ajudar com a dor a curto prazo, mas são necessários mais estudos sobre sua eficácia em longo prazo.

É sempre importante consultar o seu médico antes de tentar um tratamento alternativo, especialmente quiropraxia. Embora o tratamento quiroprático possa ser útil, a manipulação do pescoço tem o potencial de piorar a hérnia de disco, relatam os periódicos de neurologia.

Pode haver outro risco mais sério: vários anos atrás, um grupo de neurologistas canadenses alertou que o tratamento vigoroso de quiropraxia para dores no pescoço pode causar derrames, alguns dos quais são fatais. Embora tais complicações sejam extremamente raras, os neurologistas classificaram a manipulação quiroprática do pescoço como uma das principais causas de derrames em pessoas com menos de 45 anos.

  • No entanto, um estudo populacional canadense publicado em 2008 descobriu que o aumento do risco de acidente vascular cerebral associado à quiropraxia provavelmente ocorreu devido ao fato de pacientes com dor de cabeça e cervical (dois sintomas comuns da dissecção da artéria vertebrobasilar VBA, que geralmente precede um AVC acidente vascular cerebral ) são mais propensos a procurar cuidados quiropráticos;

O estudo não encontrou evidências de excesso de risco de acidente vascular cerebral em VBA associado à quiropraxia em comparação com os cuidados primários. A dor no pescoço pode ser frustrante, mas quase nunca é uma emergência. Aproveite o tempo para encontrar o tratamento certo para você e prepare-se para um longo processo de cura.

  • Se leva semanas ou meses, o alívio vale a pena esperar;
  • Referências Mayo Clinic;
  • Neck Pain;
  • American Academy of Orthopaedic Surgeons;
  • Neck pain;
  • Cassidy, JD, et al;
  • Risk of vertebrobasilar stroke and chiropractic care: Results of a population-based case-control and case-crossover study;

Spine. 2008 Feb 15; 133 (4 Supp): S176-83. Walling AD. Acupuncture therapy for chronic neck pain. American Family Physician. http://www. aafp. org/afp/20020115/tips/15. html Trinh, K, et al. Acupuncture for neck disorders. Spine 32(2): 236-43. Gemmell, H, Miller P. Comparative effectiveness of manipulation, mobilization and the activator instrument in the treatment of non-specific neck pain: a systematic review.

Chiropractic and Osteopathy ; 14:7. Posner, J and Glew, C. Neck pain. Annals of Internal Medicine. May 21, 2002. 136(10): 758-759. Irnich, D. et al. Randomised trial of acupuncture compared with conventional massage and “sham” laser acupuncture for treatment of chronic neck pain.

British Medical Journal. June 30, 2001. 322:1574-1576. Malone, DG. Complications of cervical spine manipulation therapy: 5-year retrospective study in a single-group practice. Neurosurgical practice (13) K. Lee et al. “Neurologic complications following chiropractic manipulation: a survey of California neurologists.

  • ” Neurology;
  • Klougart et al;
  • “Safety in chiropractic practice, part I: the occurrence of cerebrovascular accidents after manipulation to the neck in Denmark from 1978-1988,” Journal of Manipulative Physiological Therapy;

Klougart et al. “Safety in chiropractic practice, part II: treatment to the upper neck and the rate of cerebrovascular incidents. ” Journal of Manipulative Physiological Therapy, November 1999. Arthritis Foundation. Pain center: Exercise regularly. http://www. arthritis.

0
Adblock
detector